Jovens são estupradas e roubadas enquanto esperam Uber na Contorno

Ocorrência foi registrada na avenida do Contorno, próximo ao Batalhão Rotam (Reprodução/Google Street View)

Outro caso de crime sexual contra mulher foi registrado nas imediações da Praça da Estação, na região Central de Belo Horizonte. Duas jovens, de 19 e 21 anos, foram estupradas e roubadas enquanto esperavam um carro de aplicativo, na noite de domingo (3). O criminoso foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM).

+ Jovem é estuprada após ser cercada por trio na Praça da Estação durante Carnaval

Dois pontos chamam ainda mais a atenção no caso: a proximidade do local onde as jovens foram abordadas com o Batalhão Rotam não intimidou o criminoso, de 36 anos. E o autor, inclusive, já tinha cometido um furto no mesmo dia, por volta das 8h, em Matozinhos, na Grande BH – ele foi reconhecido por imagens gravadas pela câmera de segurança.

Estupros em BH

As jovens esperavam o veículo na avenida do Contorno por volta das 19h30, quando, o homem as abordou, mostrando uma arma na cintura – mais tarde, a polícia descobriu que tratava-se de um simulacro (revólver de mentira). Usando força física e aproveitando-se de que uma das vítimas estava alcoolizada, o autor as estuprou e roubou o celular de uma das mulheres.

A outra jovem, então, começou a gritar e conseguiu chamar a atenção de quem estava na região. Quase que imediatamente, uma equipe da PM que fazia a segurança na Praça da Estação foi acionada e conseguiu impedir a fuga do autor, que ainda reagiu à prisão. O celular furtado foi recuperado e a réplica de arma, apreendida.

O autor foi encaminhado à Delegacia das Mulheres preso em flagrante por estupro consumado.

O crime de estupro é previsto no art. 213, e consiste em “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”. O criminoso pode ser condenado a uma pena de reclusão de 6 a 10 anos.

Furto em Matozinhos

O autor, que possui passagens pelos crimes de furto, roubo e até homicídio, furtou uma mercearia, em Matozinhos, horas antes dos crimes em BH. Ele fez um buraco na parede para invadir o estabelecimento e levar R$ 200, além de um monitor.

O homem de 36 anos foi flagrado pelas câmeras de um vizinho e identificado, já que é filho do proprietário do imóvel onde funciona o comércio.