Kalil surge em vídeo com Dória e confirma compra de doses da CoronaVac

kalil e doria juntos em reunião
Prefeito de BH esteve com o governador de São Paulo hoje (Reprodução/@joaodoria/Twitter)

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), confirmou na tarde de hoje (15) a compra de doses da vacina anti-Covid produzida pelo Butantan, a CoronaVac. Kalil estava em reunião com o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e surgiu em um vídeo com o anúncio da parceria.

Mais cedo, a notícia de que o prefeito de BH se encontraria com Dória chamou a atenção justamente pelo que seria discutido entre eles. Depois do encontro, Dória confirmou que ele e Kalil conversaram sobre a imunização contra a Covid-19. Os profissionais de saúde, das redes pública e privada, devem estar entre os primeiros vacinados.

“Olha, na verdade, nos estamos aqui para um plano b, espero que seja um plano B. Espero que todo o Brasil tenha o direito de imunizar seus profissionais de saúde. Eu estou simplesmente cumprindo minha obrigação que é proteger a população que me elegeu”, diz Kalil nas imagens.

O vídeo foi divulgado pelo próprio governador de São Paulo. Assista abaixo:

A compra das doses de CoronaVac também foi confirmada por meio de nota divulgada pelo Governo de São Paulo. “O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, também formalizou hoje a aquisição da vacina do Butantan contra o Coronavirus para imunizar os profissionais de saúde em seu município. O Governo de SP está disponibilizando 4 milhões de doses da vacina para os profissionais que estão na linha de frente no combate à pandemia em todo o Brasil”, diz o comunicado.

‘Temos dinheiro’

O prefeito Kalil já afirmou que a prefeitura está preparada para comprar a vacina “que vier”, pois há dinheiro em caixa. “A prefeitura se armou para comprar vacinas, se for necessário. Temos dois milhões de seringas estocadas, e, seja a vacina qual for, nós temos dinheiro. A que vier nós compramos. Não há risco da população ficar sem vacina”, garantiu o prefeito em entrevista no dia 25 de novembro.

Além do acordo com o Butantan, o Executivo municipal também tem tratativas para vacinar a população com o imunizante da Pfizer, já que tem a disposição três “super-freezers” para realizar o armazenamento. Isto foi possível graças a um acordo com a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

Roberth Costa
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018 e 2019, além figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, também em 2019.

Comentários