Motorista de app estupra mulher como forma de ‘pagamento’ da viagem

motorista dirigindo carro
Crime foi praticado assim que a vítima chegou ao destino (Amanda Dias/BHAZ)

Uma corrida de aplicativo tornou-se um pesadelo para uma mulher de 42 anos, em Montes Claros, no Norte de Minas, no último domingo (9). A passageira foi estuprada e ameaçada de morte pelo motorista, de 49, enquanto tentava chegar em casa. A polícia está à procura do suspeito, que foi desligado da plataforma Uber.

Tudo começou após a mulher solicitar uma corrida até o bairro Alterosa, local onde mora. De acordo com a vítima, a viagem aconteceu normalmente, no entanto, ao chegar no destino o motorista disse que ela não precisaria pagar. Para isso, ela deveria acariciar o órgão genital dele.

A mulher, conforme registro da ocorrência, ficou em estado de choque e se recusou a fazer o que o homem havia ordenado. Mesmo assim, o motorista pegou o braço da passageira e forçou que ela passasse a mão no pênis. A violência sexual prosseguiu com ele apalpando as partes íntimas da mulher sem o consentimento dela.

Ameaça

Além do crime de estupro, o homem ainda ameaçou matar a mulher. “Não grita, se não eu vou te matar. Agora eu sei onde você mora e se gritar irei voltar aqui”, disse o motorista do aplicativo. As ameaças não intimidaram a vítima que, mesmo com medo, passou a pedir por socorro e conseguiu sair do veículo.

A Polícia Militar informou que a mulher chorava bastante e estava muito nervosa.

Procura pelo suspeito

Um intenso trabalho de busca foi realizado com o objetivo de localizar o motorista. A polícia descobriu que o veículo utilizado para fazer as corridas havia sido alugado em Varzelândia, cidade que fica a 168 km de distância de Montes Claros.

Um policial de Varzelândia foi até a empresa onde o veículo está registrado e teve a confirmação do aluguel do carro. A vítima reconheceu o motorista pela foto que ele usava no aplicativo Uber. Apesar da procura, o suspeito não foi preso até o fechamento da ocorrência pela PM.

Procurada pelo BHAZ, a Polícia Civil não esclareceu se o suspeito foi localizado. “A Investigação segue em andamento na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Montes Claros. Outras informações serão repassadas em momento oportuno”, se limitou a informar, por nota (leia na íntegra abaixo).

Uber

A reportagem também questionou a Uber sobre a situação do motorista junto à plataforma. A empresa afirmouque “a conta do motorista foi desativada” assim que a empresa ficou ciente do crime. “A Uber considera inaceitável e repudia qualquer tipo de comportamento abusivo contra mulheres”, diz, também por nota (leia a íntegra abaixo).

“A Uber defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro”, afirmou a empresa em outro trecho.

Nota da Polícia Civil

“Sobre o fato ocorrido, em Montes Claros, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) instaurou um inquérito policial para apurar as circunstâncias e autoria do crime. A vítima será ouvida nos próximos dias. A Investigação segue em andamento na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Montes Claros. Outras informações serão repassadas em momento oportuno. Sem entrevistas”.

Nota da Uber

“A Uber considera inaceitável e repudia qualquer tipo de comportamento abusivo contra mulheres. A empresa acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos de assédio e violência e está à disposição das autoridades para colaborar com no curso das investigações. A conta do motorista foi desativada assim que a empresa tomou conhecimento do episódio.

A Uber defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro. Desde 2018, a empresa tem um compromisso público para o enfrentamento da violência contra a mulher, materializado no investimento em projetos elaborados em parceria com entidades que são referência no assunto, que inclui campanhas contra o assédio, podcast para motoristas parceiros sobre violência contra a mulher, entre outras ações. 

Todas as viagens com a plataforma são registradas por GPS. Isso permite que, em caso de incidentes, nossa equipe especializada possa dar o suporte necessário, sabendo quem foi o motorista parceiro e o usuário, seus históricos e qual o trajeto realizado.

Como parte do processo de cadastramento para utilizar o aplicativo da Uber, todos os motoristas passam por uma checagem de antecedentes criminais realizada por empresa especializada que, a partir dos documentos fornecidos pelo próprio motorista e com consentimento deste, consulta informações de diversos bancos de dados oficiais e públicos de todo o País em busca de apontamentos criminais, na forma da lei. A Uber também realiza rechecagens periódicas dos motoristas já aprovados pelo menos uma vez a cada 12 meses.

Além disso, de tempos em tempos, o aplicativo pede, aleatoriamente, para que os motoristas parceiros tirem uma selfie antes de aceitar uma viagem ou de ficar on-line, para ajudar a verificar se a pessoa que está usando o aplicativo corresponde àquela da conta que temos no arquivo.

Informações adicionais:

Segurança é prioridade para a Uber e a empresa está sempre buscando, por meio da tecnologia, fazer da sua plataforma a mais segura possível, de uma forma escalável e possui ferramentas que atuam antes, durante e depois de cada viagem. 

Ao longo do trajeto, usuários podem compartilhar a sua localização e o tempo de chegada em tempo real com quem desejarem. Por meio da Central de Segurança também é possível ligar para a polícia em situações de risco ou emergência diretamente do app.

A plataforma também conta com um processo de detecção automática de linguagem imprópria nas mensagens que são enviadas no bate-papo do aplicativo – tanto nas viagens quanto no Uber Eats. Palavras que possam ser consideradas ofensivas ou que ameacem a integridade de uma pessoa entram automaticamente em um processo de desativação permanente da conta original. 

Depois de cada viagem, usuários e motoristas são convidados a avaliar a experiência. Caso o usuário ou motorista precise reportar algum incidente, a Uber conta com uma equipe de suporte disponível 24/7, que analisa individualmente caso a caso. A denúncia pode ser feita pelo menu de ajuda do próprio app ou pelo site uber.com/ajuda.

Motoristas parceiros e usuários em todo o Brasil contam com a opção de gravar o áudio de uma viagem por meio de um botão na Central de Segurança do app, antes ou durante a viagem, em algumas regiões. Concluída a viagem, se desejarem informar algum problema, podem também encaminhar o arquivo de áudio para a Uber. O conteúdo, criptografado, fica armazenado no telefone de quem efetuar a gravação, mas só a Uber tem acesso – se o arquivo for compartilhado com a empresa. O arquivo enviado ao suporte em caso de necessidade pode ser utilizado em investigações ou compartilhado com as autoridades, nos termos da lei.

Para identificar paradas inesperadas ou longas, a Uber lançou a ferramenta U-Ajuda. Se um evento desse tipo for detectado, o próprio sistema pode iniciar automaticamente uma checagem, enviando uma mensagem para o motorista parceiro e o usuário direcionando-os às ferramentas de segurança do aplicativo, como ligar para a polícia, compartilhar a viagem ou até mesmo abrir um contato com a central de atendimento da Uber para casos não urgentes.

Além disso, por meio da ferramenta U-Código, o usuário pode optar por receber uma senha de quatro dígitos, que deve ser dita ao motorista para que ele consiga iniciar a viagem no aplicativo, confirmando que os dois estão na viagem correta”.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

OLHO NA DICA PARA ECONOMIZAR

Na sede do BHAZ, economizamos todos os meses na conta de energia por meio de uma operação regulamentada pela ANEEL e ainda desconhecida por muitos consumidores. E o melhor: não tivemos nenhum custo extra para ter acesso a esse desconto. Por isso, damos esta dica para quem mora em qualquer cidade de Minas Gerais.

Sua conta de luz pode ficar até 15% mais barata com a Metha Energia. Faça agora seu cadastro, é 100% DIGITAL e GRATUITO. Clique no botão abaixo e simule direto seu desconto mensal. Caso queira saber mais sobre a tecnologia, leia este conteúdo que explica em detalhes a operação.

Comentários