Barranco desliza e deixa 12 pessoas desalojadas no Barreiro

deslizamento bh
Deslizamento foi registrado na rua Amélia Piramo (Defesa Civil BH/Divulgação)

O deslizamento de um barranco deixou 12 pessoas desalojadas no bairro Santa Helena, na região do Barreiro, na noite dessa quinta-feira (7). Três moradores ficaram presos dentro de casa, pois as saídas do imóvel ficaram fechadas com a terra que desmoronou. Ainda há possibilidade de novos escorregamentos e, por conta disso, a Defesa Civil orientou as pessoas a saírem do local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, duas viaturas foram até a rua Amélia Piramo após serem informados que três pessoas estavam impedidos de saírem de casa devido aos deslizamento. Após os moradores serem retirados do imóvel, a Defesa Civil da capital mineira foi chamada para a avaliar os impactos.

O órgão municipal avaliou as residências atingidas pelo deslizamento do barranco e constatou a possibilidade de um novo escorregamento, além de desabamento. Os moradores foram orientados a não permanecerem nos imóveis. Segundo a Defesa Civil, o abrigo público foi oferecido, mas eles recusaram.

Causa

A causa do deslizamento do barranco ainda não foi informada, mas o período chuvoso pode ter contribuído para isso. Na capital mineira sete das nove regionais já registraram mais da metade do volume de chuva esperado para todo o mês. Segundo os bombeiros, as precipitações favorecem ocorrências como esta.

Confira o acumulado de chuvas na capital mineira até, às 7h, desta sexta-feira (8):

  • Barreiro – 146,6 mm – 44,5%
  • Centro Sul – 262,8 mm – 79,9%
  • Leste – 171,4 mm – 52,1%
  • Nordeste – 178,6 mm – 54,3%
  • Noroeste – 240,8 mm – 73,2%
  • Norte – 146,0 mm – 44,4%
  • Oeste – 229,0 mm – 69,6%
  • Pampulha – 207,2 mm – 63,0%
  • Venda Nova – 193,0 mm – 58,6%

A média climatológica de janeiro é de 329,1 mm.

Edição: Roberth Costa
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ de maio de 2017 a dezembro de 2021. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários