Belo Horizonte terá réveillon com a tradicional queima de fogos na Lagoa da Pampulha

Previsão é de que 150 mil pessoas assistam a queima de fogos na Pampulha

Belo Horizonte e as principais capitais do país terão grandes festas para marcar a passagem do ano. Na capital mineira, a orla da Lagoa da Pampulha irá receber  o 28º Réveillon da TV Alterosa. A maior festa de virada de ano da capital mineira promete receber milhares de pessoas e encantar os visitantes com um show de luzes, com direito a reflexo no espelho d’água do lago que é um dos símbolos de Belo Horizonte, parte do complexo eleito Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. No ano passado, festejaram a passagem de ano na Pampulha cerca de 150 mil pessoas, com segurança e infraestrutura.

Ontem começou a programação para lançamento no lago das quatro balsas que carregam duas toneladas de fogos. Três das embarcações ficarão posicionadas entre o vertedouro da represa e o Iate Tênis Clube, enquanto a outra ficará ancorada próximo à igrejinha de São Francisco de Assis. A festa está programada para começar a receber os visitantes por volta das 20h, com esquemas próprios de trânsito, bloqueios estratégicos e áreas de estacionamento para garantir a fluidez do tráfego e a comodidade dos pedestres.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, a programação do réveillon terá festa em nove bairros, incluindo a queima de fogos de Copacabana, que vai durar 17 minutos e consumir 25 toneladas de fogos de artifícios. O espetáculo deve ser visto por três milhões de pessoas, entre elas, muitos turistas que estão chegando à cidade. Os fogos serão colocados em balsas que ficarão no mar.

O palco erguido na orla da praia receberá o DJ Tucho. A programação segue com Ana Petkovic, Belo, Cidade Negra e Frejat. O primeiro show de 2018 será da cantora Anitta, e depois dela se apresentam as escolas de samba Portela e Mocidade de Padre Miguel, campeãs do carnaval em 2017. A ocupação dos hotéis cariocas passa de 90%.

Os outros palcos do Rio serão na Praia do Flamengo, Praia da Bica, na Ilha do Governador, Praia da Moreninha [Paquetá], Praia do Recôncavo [Sepetiba], Parque Madureira, Piscinão de Ramos, Iapi da Penha e Pedra de Guaratiba. Na Barra da Tijuca, haverá queima de fogos em diversos pontos do bairro, patrocinada por hotéis.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro mobilizou 1.822 policiais para garantir a segurança durante réveillon de Copacabana. Este número se refere ao policiamento ostensivo ao longo da orla. Somados aos que atuam na Corregedoria e na Coordenadoria de Inteligência e no Estado-Maior Geral, o efetivo supera 1,9 mil policiais.

Também foram disponibilizadas para o esquema de segurança 64 viaturas, além de motos, cães e cavalos. Na orla de Copacabana, foram instaladas 30 torres de observação, sendo 15 na areia e 15 no calçadão.

Do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICC), o acompanhamento será feito em tempo real por meio de imagens geradas por câmeras fixas como de um helicóptero que fará a patrulha em diferentes pontos da cidade.

São Paulo

A noite de réveillon da Avenida Paulista, em São Paulo, este ano terá sete horas de festa, com shows da cantora Claudia Leitte, do grupo Sambô e do cantor Latino, além da apresentação de DJs.

As apresentações vão começar às 20h deste domingo e terminarão às 2h30 do dia 1º. A queima de fogos ocorrerá à zero hora e terá duração de 15 minutos. A expectativa é que o Ano-Novo seja comemorado por 1,2 milhão de pessoas na Paulista.

O tema da festa este ano é Vamos Celebrar o Futuro de Mãos Dadas. O show pirotécnico, dependendo das condições meteorológicas, poderá ser visto a até seis quilômetros de distância, segundo a prefeitura.

Brasília

Na capital federal, a tradicional festa de réveillon na Esplanada dos Ministérios terá artistas como a sambista Alcione e a cantora paraense Joelma. Os artistas locais Célia Porto e Alberto Salgado também farão apresentações.

Também haverá festa na Praça dos Orixás, conhecida como Prainha, no Lago Paranoá, com a apresentação do grupo de afoxé baiano Filhos de Gandhy e do cantor Marcelo Café e banda. Nos dois locais, estão previstos 10 minutos de queima de fogos à meia-noite.

Segundo o governo do Distrito Federal, o gasto total previsto com as festas de Ano-Novo será de R$ 2,7 milhões, entre estrutura, contratações, chamamento de artistas locais, passagens aéreas e a taxa de direitos autorais cobrada pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad). As contratações dos artistas nacionais somam R$ 560 mil – Alcione (R$ 300 mil), Joelma (R$ 210 mil) e Filhos de Gandhy (R$ 50 mil).

Da Redação Bhaz, com Agência Brasil

Marcelo

Marcelo Freitas é redador-chefe do Bhaz