Café de BH carimba ‘Fora Temer’ e ‘Volta Querida’ em comandas

Reprodução/Daniele Mendes

A atual crise política vivida pelo Brasil tem mobilizado parte da população de diferentes formas e intensificado manifestações relacionadas ao tema. Em Belo Horizonte, várias ações de cunho político já foram registradas desde que o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff foi aberto. Favoráveis ou contrários ao afastamento definitivo da petista, as iniciativas chamam atenção pela criatividade. A mais recente delas ocorre em uma famosa cafeteria da cidade e tem dado o que falar.

Localizado no Centro da Capital, o Café Kahlúa surpreende clientes, há cerca de uma semana, carimbando comandas pagas com palavras de ordem relacionadas ao presidente interino Michel Temer (PMDB). Os comprovantes começaram a ser marcados com a expressão “Fora Temer” na última quinta-feira (30) e o posicionamento da cafeteria rapidamente se transformou em assunto nas redes sociais.

joao souza
Reprodução/Twitter – João Souza

Ao Bhaz, o proprietário do café, Ruimar Oliveira, explicou que a iniciativa conta com pelo menos outros quatro carimbos. Nesta quinta-feira (7), quem for ao estabelecimento vai receber comandas com a frase “Volta, querida”, em referência a um possível retorno de Dilma à Presidência da República. “O Frederico, que é arquiteto e trabalha comigo, foi quem teve a ideia. Ele trouxe o primeiro carimbo pronto e a gente bancou a proposta”, disse. “Esse posicionamento é parte da identidade do café”, completa.

Rui, como é chamado pelos clientes, afirma não ter ligação com nenhum partido e deixa explícito que o objetivo da proposta é defender a democracia. Questionado sobre a ideia ter atraído mais público para a cafeteria, ele é categórico. “Não notamos nenhuma mudança significativa no movimento”, diz.

Em relação a clientes com posições contrárias à da cafeteria, o proprietário conta ter debatido com um senhor que se ofendeu com a ideia. “A gente teve uma discussão sadia e ele se disse muito chateado”, explica. “Na cabeça dele, o café não deveria se posicionar por se tratar de um estabelecimento que reúne pessoas que pensam diferente. Mas ele resolveu voltar, já que gosta do ambiente e dos cafés”, completa.

‘Memorial do golpe’ e Pixuleco: Crise política desperta criatividade de belo-horizontinos

Uma ação entre a rua da Bahia e a avenida Augusto de Lima surpreendeu belo-horizontinos, no mês passado. Imagens de políticos que apoiaram o impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff (PT) foram projetadas no alto de um prédio. A iniciativa recebeu o nome de “Memorial do Golpe de 2016”.

Além do senador mineiro Aécio Neves (PSDB), as projeções, que ainda foram direcionadas para o chão, também contavam com imagens do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB), do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. Todos eles apoiaram, de forma direta ou indireta, o afastamento de Dilma da Presidência.

memnorial
Reprodução/Facebook
fernando henrique
Reprodução/Facebook

Já no ano passado, diversas passeatas foram organizadas contra a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula. As manifestações ficaram marcadas pela presença de bonecos infláveis chamados de “Pixuleco”. Com uniforme de presidiários, os brinquedos gigantes tinham os rostos dos petitas, algemas e até chifres em alguns casos. Em outra versão mais abrangente, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, aparece no corpo de um rato. O juiz Sérgio Moro também ganhou uma figura inflável.

pixuleco twitter
Reprodução/Twitter – Lucio Vieira Lima
pixuleco2
Reprodução/Twitter – Lucio Vieira Lima
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018, 2019 e 2020, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, em 2019, e Sebrae de Jornalismo, em 2021.