Fim de semana tem cinema gratuito em Centros Culturais de Belo Horizonte

Centros Culturais Vila Marçola e Alto Vera Cruz recebem cinema
(CineSolar Divulgação/PBH)

Os Centros Culturais Vila Marçola e Alto Vera Cruz em BH recebem o Circuito Meta CineSolar, nesta sexta-feira (24) e no sábado (25). A ação consiste em um cinema movido a energia solar com sessões gratuitas.

Estarão em cartaz curtas brasileiros, além dos filmes “Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral” e “O Auto da Compadecida”. Um curta especial produzido durante uma oficina com temática socioambiental pelos alunos da Escola Municipal Senador Levindo Coelho também faz parte da programação. As sessões têm início às 18h.

Nas sessões, haverá distribuição de pipoca e o público poderá conhecer a estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz, instalada no próprio veículo que carrega todo o cinema. A 6ª Edição do CineSolar é viabilizada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Meta e apoio da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, e é realizada pela Brazucah Produções e Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo. 

A capital de Minas Gerais é a primeira cidade a receber o Circuito Meta, que até o final do ano vai realizar 94 sessões, em 40 municípios de 12 estados brasileiros. O CineSolar é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável: a energia solar.

A infraestrutura funciona através de duas vans, batizadas de Tupã e Mahura, grafitadas e adaptadas com as placas fotovoltaicas e o sistema de conversão de energia e armazenamento, com 20 horas de autonomia. Cada sprinter também carrega 110 cadeiras e banquetas para o público e todo o sistema de som e projeção para o cinema.

“Oficinema”

Além das sessões de cinema, o CineSolar terá oficinas que integram arte, tecnologia e sustentabilidade, e difundem práticas sustentáveis para o dia a dia, desde a separação dos lixos à reutilização de materiais recicláveis. Pelo Circuito Meta, serão 27 oficinas. Em Belo Horizonte, o projeto contempla a “Oficinema Solar”, que utiliza a linguagem audiovisual e jogos cooperativos, com crianças e jovens estudantes da rede pública.

No encontro são abordados temas da permacultura, agroecologia, bioconstrução e a Carta da Terra, além dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) propostos pela ONU (Organização das Nações Unidas). Todas as ações são gravadas, um filme é produzido com os participantes, editado no mesmo dia pela equipe do CineSolar e tem sua “estreia mundial” durante a sessão de cinema à noite para a comunidade local.

Sessões de Cinema

Sexta-feira: Centro Cultural Vila Marçola (Rua Mangabeira da Serra, 320, Vila Marçola)
18h: Sessão curtas-metragens
19h: Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral (BRA, Halder Gomes, 2019 – classificação: 12 anos)

Sábado: Centro Cultural Alto Vera Cruz (Praça Padre Marcelo/Praça do Posto, Alto Vera Cruz)
18h: Sessão curtas-metragens
19h: O Auto da Compadecida (BRA, Guel Arraes, 2000 – classificação 12 anos)

Oficinema Solar

Sexta-feira: Voltada para alunos da Escola Municipal Senador Levindo Coelho
Horário: de 13h30 às 15h30
Local: Rua Caraça, 910, Serra 

Com PBH

Giulia Di Napoligiulia.di.napoli@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários