Duas mulheres são assassinadas a tiros em BH; vítimas usavam carro emprestado por traficante

duas mulheres mortas bh
Segundo a polícia, carro foi emprestado por suposto traficante (Reprodução/Google Street View)

Duas mulheres foram mortas a tiros, na noite dessa quinta-feira (12), no bairro Goiânia, na região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, há suspeita de que elas tenham sido confundidas com um traficante. Ninguém foi preso até o momento e a Polícia Civil investiga o caso.

O crime ocorreu por volta das 21h40, quando a vítima de 28 anos levava uma colega de trabalho para casa. Ela dirigia o veículo com o filho pequeno, o marido e a vítima de 48 anos, que desembarcava do carro no momento do tiroteio. O casal tinha costume de dar carona para a moça.

Assim que a funcionária desembarcou, o homem se preparava para sentar no banco do carona. A esposa dele morreu com quatro tiros e a colega de trabalho, com três. Enquanto a primeira foi encontrada caída sobre o banco do passageiro, a outra estava estirada no chão quando os militares chegaram.

Dono do carro era traficante

Segundo o companheiro relatou à PM, ele tentou acionar o freio de mão sem sucesso. O carro foi atingido por vários disparos e desceu a avenida, batendo em um poste. O homem e a criança não tiveram ferimentos.

Uma equipe de resgate constatou as mortes no local do crime. Foi constatado que o carro pertencia a um traficante de drogas, cliente assíduo no bar da primeira vítima. A PM acredita que isso tenha causado uma confusão nos suspeitos.

Segundo a polícia, a mulher e o marido sabiam do envolvimento do homem com o tráfico, sendo que o esposo a aconselhou a cortar relações com ele. Nenhuma das vítimas fatais tinha passagem pela polícia.

Em nota (leia abaixo na íntegra), a Polícia Civil informa que instaurou inquérito policial para apurar “as circunstâncias, a motivação e a autoria do crime”.

Nota da Polícia Civil na íntegra

Em relação ao duplo homicídio registrado na noite desta quinta-feira (12/5), no bairro Goiânia, na capital, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), assim que acionada, deslocou a perícia criminal e policiais civis ao local para realizar os primeiros levantamentos e coleta de vestígios. Os corpos das vítimas, de 28 e 48 anos, foram encaminhados ao Instituto Médico Legal para serem submetidos aos exames cabíveis. Após os fatos, o veículo foi removido ao pátio credenciado e a PCMG instaurou inquérito policial para apurar as circunstâncias, a motivação e a autoria do crime.”

Edição: Roberth Costa
Nicole Vasquesnicole.vasques@bhaz.com.br

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

Comentários