Duda Salabert dá invertida em Nikolas Ferreira após fala transfóbica: ‘Uma travesti ganhou muito mais votos que você’

duda nikolas
Duda Salabert não deixou comentário transfóbico de Nikolas Ferreira passar despercebido (Reprodução/@duda_salabert + @nikolasferreiradm/Instagram)

O vereador Nikolas Ferreira (PRTB) levou uma invertida da também vereadora Duda Salabert (PDT), após fazer um comentário transfóbico contra a parlamentar. O político mineiro chamou a vereadora de “homem de saia” após Salabert criticá-lo por ter sido barrado no Cristo Rendentor por não ter se vacinado, ontem (25).

A discussão teve início após o vereador do PRTB ter sido impedido de visitar o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, nesse sábado. Nikolas ainda não se vacinou contra a Covid-19. A capital do estado tem o chamado “passaporte da vacinação” que obriga a apresentação do comprovante de imunização contra a Covid-19 para entrar em locais de uso coletivo na cidade.

O vereador ficou revoltado com a situação. “Tá de sacanagem. Tá falando sério? Isso não existe. A pessoa que não tem já era, não pode entrar!?”, perguntou o vereador de BH em um dos trechos da gravação compartilhada no Instagram. “Volta pra casa”, respondeu uma mulher. O político chegou a questionar se “todo mundo aceita isso de boa” e escutou: “Ué, é o decreto”.

Duda Salabert x Nicolas Ferreira

Logo após a repercussão do vereador se tornar nacional, sendo até mesmo citado pelo prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (PSD), e pelo perfil oficial do Trem do Corcovado, Duda Salabert também comentou a situação. “É verdade que tem playboy mimado antivacina de mi-mi-mi porque foi barrado de visitar o Cristo Redentor?”.

Nikolas Ferreira fez questão de responder com um fala transfóbica. “É verdade que tem homem que usa saia querendo ganhar like com meu nome?”.

A vereadora, que é a mais votada da história de BH, não deixou o comentário passar batido e disse desconhecer homem de saia que quer ganhar like com o nome dele. “Mas conheço uma travesti que ganhou muito mais votos que você e que lhe aconselha tomar vacina para o bem da saúde pública. Vacinar-se é um ato de respeito à vida coletiva. Não seja vetor de doença. Beijos”.

Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Editor e repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários