Filha esfaqueia e mata pai após discussão por cigarro de maconha

homem morre esfaqueado filha
A vítima morreu após discutir com a filha (Amanda Dias/BHAZ)

Um homem de 54 anos foi morto na noite de ontem (3) após uma discussão familiar. A autora do crime é a própria filha, 27, que esfaqueou o pai depois de uma briga. O crime ocorreu na cidade de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

Segundo a Polícia Militar, os dois estavam embriagados e a discussão começou quando o pai disse que não iria aceitar que a filha usasse maconha dentro da casa.

A mãe da jovem relatou aos policiais que o marido e a filha saíram para beber juntos no fim da tarde e chegaram em casa às 20h, momento que começou a briga. Ao se aproximar dos dois, a mãe viu que o pai estava tentando enforcar a filha e tentou intervir com um cabo de vassoura.

Jovem confessou o crime

Após conseguir se desvencilhar do pai, a filha pegou uma faca e atingiu o homem. A autora disse à polícia que, mesmo ao ver o pai caído, continuou golpeando até que ele morresse. A jovem confessou o crime e disse que foi o pai quem começou as agressões, após ela tentar acender um cigarro de maconha.

Ainda segundo os policiais militares, uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionada e foi contestado que o homem morreu no local.

Segundo a perícia, o corpo da vítima estava com quatro perfurações no peito, uma na barriga e uma na perna direita. A autora não ofereceu resistência à prisão e, segundo a mãe, ficou sentada no quintal da casa aguardando a viatura da Polícia.

Edição: Vitor Fernandes
Jordânia Andrade
Jordânia Andradejordania.andrade@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Comentários