BH pode ter três hospitais temporários para pacientes com dengue

Dengue Minas Gerais
Balanço da Prefeitura de BH aponta que região do Barreiro é onde está concentrada o maior número de casos de dengue na capital mineira (Fiocruz/Divulgação)

Belo Horizonte pode ter hospitais temporários exclusivos para atendimento de pacientes com dengue, chikungunya e zika. As estruturas, que ainda estão sendo pensadas, funcionarão nas regionais de Venda Nova, Centro-Sul e Barreiro.

A informação foi repassada pelo Secretário Municipal de Saúde, Danilo Borges Matias, nesta segunda-feira (19), em conversa com jornalistas. 

“Deveremos enfrentar nas duas próximas semanas uma pressão muito forte no sistema de saúde. Estamos pensando em estruturas hospitalares temporárias para que possamos ampliar o atendimento e a assistência daqueles pacientes que precisam”, afirmou. 

Conforme o BHAZ apurou, ainda não há previsão para abertura dos hospitais, mas o esforço é para que isso ocorra ainda nesta semana.

“(A Prefeitura) ainda não dispõe do espaço (para construir os hospitais). O que a gente precisa é atendimento rápido. A maior parte dos casos são leves, e os que precisarem de recursos hospitalares devem ficar nessas unidades. A capacidade vai depender da estrutura física (que a Prefeitura conseguir)”, completou Borges Matias.

Lucas Negrisoli[email protected]

Lucas Negrisoli é jornalista formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), trabalha desde 2015 com comunicação. Tem passagem por veículos como Estado de Minas, Rádio UFMG Educativa e O TEMPO em coberturas de economia, tecnologia, política e cidades. É editor do BHAZ desde outubro de 2023.

SIGA O BHAZ NO INSTAGRAM!

O BHAZ está com uma conta nova no Instagram.

Vem seguir a gente e saber tudo o que rola em BH!