Manifestações bolsonaristas em BH são contra STF e pedem voto impresso

manifestação-pró-bolsonaro-praça-da-liberdade
Manifestantes se reuniram a favor de Jair Bolsonaro na Praça da Liberdade (Jair Di Gregório/Arquivo Pessoal)

Nesta terça-feira (7), feriado do Dia da Independência, manifestantes se reuniram em diversos pontos de Belo Horizonte para realizar atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Dentre as pautas defendidas, está o pedido de retirada dos atuais ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) , o voto impresso e a reeleição de Bolsonaro. Os movimentos de apoio aconteceram na região da Pampulha e na Praça da Liberdade.

Pela manhã, apoiadores se concentraram no entorno do Mineirão e na Praça da Liberdade. Os manifestantes que estavam no estádio seguiram em carreata até a Praça da Liberdade, para se encontrar com os demais participantes. O ex-vereador Jair Di Gregório (PSD) esteve presente na concentração da praça, e informou ao BHAZ que seu entorno está fechado.

“Estacionamos longe e acabamos de chegar a pé na praça porque o entorno está todo fechado, fui 9h30 da manhã e tem muita gente”, conta Jair Di Gregório. Sobre a concentração na Praça da Liberdade, o político diz que aconteceu de forma pacífica, com orações e canto do hino nacional brasileiro.

Policiamento na Praça da Liberdade

Ele também afirma que o local está bastante policiado: “Eles colocaram drone, helicóptero, muitas viaturas estacionadas em pontos estratégicos”. Confira um vídeo da concentração na Praça da Liberdade, em que é possível ver manifestantes chegando a pé e carregando uma grande bandeira do Brasil:

Região da Pampulha

Ainda no período da manhã, uma parte dos manifestantes estiveram na região Pampulha, sendo alguns no entorno do Mineirão e outros em uma motociata na avenida Carlos Luz. Os apoiadores de Jair Bolsonaro que estavam próximos ao estádio seguiram em carreata para a Praça da Liberdade. Veja alguns vídeos:

Outros pontos de BH

Os apoiadores também estiveram presentes em outros pontos da capital, como a Avenida Bias Fortes. Lá, muitos manifestantes chegaram em motocicletas buzinando, enquanto os pedestres levantavam bandeiras. No Anel Rodoviário, alguns veículos se deslocavam também buzinando e com a bandeira do Brasil. Confira:

Edição: Vitor Fernandes
Andreza Miranda
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários