Metrô de BH vai funcionar com intervalos reduzidos durante a greve dos ônibus

metrô bh
Segundo a CBTU, o horário de pico – com intervalo de sete a dez minutos – será estendido de acordo com a demanda (Amanda Dias/BHAZ)

Com a greve de ônibus anunciada para esta quinta-feira (2) em BH, a CBTU-BH (Companhia Brasileira de Trens Urbanos – Belo Horizonte) anunciou que vai aumentar a oferta de viagens de metrô. Segundo a companhia, o horário de pico – com intervalo de sete a dez minutos – será estendido de acordo com a demanda.

Também poderão ser ofertados mais trens acoplados, de oito carros, no lugar dos trens simples, de quatro. O movimento de usuários das estações e trens é monitorado em tempo real pelo Centro de Controle Operacional.

Horários do metrô

As bilheterias do metrô funcionam das 5h40 às 23h e, para quem já possui o cartão ou bilhete, as estações estão abertas das 5h15 às 23h. Em dias úteis, o intervalo entre as viagens é de sete a dez minutos em horários de pico e 15 minutos nos demais horários.

Aos sábados, o intervalo é de 15 minutos nos horários de pico e 20 minutos no restante do dia. Já nos domingos e feriados, o intervalo é de 20 minutos. A companhia frisa que o uso de máscara sobre o nariz e boca é obrigatório em todas as estações e dependências do metrô.

Motoristas de ônibus retomam greve

Os motoristas de ônibus de BH não aceitaram a proposta feita pelos representantes das empresas de coletivos em duas assembleias realizadas nesta quarta-feira (1°). Com isso, os rodoviários vão retomar a greve à meia-noite desta quinta-feira (2), de acordo com o STTR-BH (veja aqui).

O presidente do sindicato, Paulo César da Silva, confirmou ao BHAZ que a paralisação deve durar até que os empresários apresentem uma nova proposta aos motoristas, condizente com as reivindicações da categoria.

O representante dos motoristas também garantiu que a paralisação cumprirá a frota mínima de viagens, que é de 60%. O valor a ser cumprido foi definido pelo TRT (Tribunal Regional do Trabalho), sob multa diária de R$ 50 mil.

Edição: Giovanna Fávero
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Estudante de jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários