Motorista com sinais de embriaguez e CNH vencida capota carro em BH, e passageira de 20 anos morre

aluno mata
(Divulgação/PMMG)

Uma mulher de 20 anos morreu, na madrugada deste sábado (18), depois que o carro em que ela estava capotar em BH. O acidente foi na avenida Amazonas, no bairro Gameleira, na região Oeste da capital. De acordo com a Polícia Militar (PM), o motorista do veículo apresentava vários sintomas de embriaguez, estava com carteira nacional de habilitação (CNH) vencida e o carro não tinha licenciamento.

O boletim de ocorrência aponta que os militares foram acionados por meio do telefone 190 para atender um acidente grave. Quando chegaram no local, os agentes viram um Honda Civic capotado com as rodas para cima e duas vítimas no chão.

Além disso, havia um rastro de destruição ao longo da avenida, com varias estruturas, árvores, calçadas e grades danificadas.

O motorista do veículo de 21 anos apresentava sinais de embriaguez. A PM informou que ele também estava bastante exaltado, desobedecendo ordens básicas e tratando a situação com ironia e sarcasmo.

Questionado sobre o que teria ocorrido, o jovem disse que um carro estava a frente e o teria fechado. Então, ele perdeu o controle do Civic e capotou. No veículo acidentado, estavam mais duas pessoas.

O rapaz alegou não ter ingerido bebida alcoólica. Mas, quando os policiais pediram para que o condutor fizesse o teste do bafômetro, ele se recusou.

Testemunha contesta versão do motorista

Uma testemunha deu outra versão sobre os fatos e afirmou ter presenciado todo o acidente. A pessoa afirmou que o motorista estava dirigindo em alta velocidade pela avenida Amazonas, ultrapassando carros de maneira perigosa e “ziguezagueando”. A testemunha também disse que nenhum outro carro esteve envolvido no acidente.

O Samu foi acionado e socorreu as vítimas. A namorada do motorista de 20 anos teve ferimentos leves e foi levada ao Hospital João XXIII. Já a prima da garota, também de 20 anos, não resistiu e morreu no local. O rabecão recolheu o corpo e o levou para o IML.

O condutor reclamava de dores na região do tórax. Militares deram voz de prisão em flagrante ao motorista e o levaram também para o Hospital João XXIII. Ele permanece sob escolta dos policiais e, após a liberação médica, os agentes vão levá-lo à Delegacia de Polícia Civil.

A PM recolheu a CNH do rapaz e apreendeu o veículo que não estava licenciado para circular nas ruas. O último licenciamento havia sido pago em 2021.

Crime

Segundo o artigo 165 do CTB (Código Brasileiro de Trânsito), dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência é considerado infração gravíssima. As penalidades são multa e suspensão do direito de dirigir por um ano.

Como medida administrativa, o documento de habilitação do condutor e o veículo são recolhidos. O artigo 276 do CTB diz que qualquer concentração de álcool por litro de sangue ou por litro de ar alveolar sujeita o condutor às penalidades previstas no artigo 165.

João Lages[email protected]

Repórter no BHAZ desde setembro de 2023. Jornalista com 4 anos de experiência em veículos de comunicação. Fez cobertura de casos que têm relevância nacional e internacional. Com passagem pela RecordTV Minas, também foi produtor e editor de textos na Record News.

SIGA O BHAZ NO INSTAGRAM!

O BHAZ está com uma conta nova no Instagram.

Vem seguir a gente e saber tudo o que rola em BH!