Motorista de app é baleado, consegue fugir, mas morre antes do socorro

aplicativo
Vítima foi baleada na Grande BH (FOTO ILUSTRATIVA: Moisés Santos/BHAZ)

Um motorista de aplicativo, de 28 anos, foi assassinado na noite dessa quinta-feira (11), em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. O celular da vítima estava ligado a um aplicativo de corrida quando os militares encontraram o homem sem vida no veículo. O motorista estava ferido com dois disparos de arma de fogo no tórax e um no braço esquerdo. No carro, mais onze disparos foram identificados.

O crime aconteceu no bairro São Mateus. De acordo com a PM (Polícia Militar), o local é um conhecido como um aglomerado com histórico de homicídio e tráfico de drogas. Os moradores, quando questionados pelos policiais, afirmaram que não sabiam nada sobre o ocorrido. O motorista, mesmo ferido, conseguiu sair do local, dirigiu por cerca de 1 km, mas perdeu o controle da direção.

Pela dinâmica do choque do veículo, pode se deduzir que a vítima, depois do disparo, ainda consciente, dirigiu pela rua em que foi baleado e no cruzamento com a avenida Geraldo Rocha passou sob a rotatória, subiu no canteiro central da avenida Portal do Sol e se chocou contra o poste da cerca existente na pista. Ele estava dirigindo no sentido Condomínio Portal do Sol. A vítima foi encontrada já sem vida no banco do motorista.

Testemunhas

Um outro motorista de aplicativo que estava passando pela mesmo rua testemunhou o momento dos disparos. Ele relatou que transportava uma passageira quando se deparou com o possível assassino realizando os disparos em direção ao carro da vítima. A testemunha pediu para passageira se abaixar e passou na linha do tiro – entre o veículo da vítima e o atirador. O seu veículo também foi atingido pela arma de fogo, na parte traseira.

O motorista alegou que não se lembrar das características do autor dos disparos. Nem ele, nem a passageira, sofreram ferimentos. No local em que a vítima foi encontrada, compareceu um morador, que vive na mesma rua em que o crime aconteceu. Ele relatou ter escutado os disparos de arma de fogo enquanto estava tomando banho.

Perda

O Samu compareceu na cena do crime, mas o homem morreu antes da chegada do resgaste. O celular ainda estava ligado no aplicativo de corrida. A família identificou a vítima e o corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal). Ainda não se sabe a motivação para o crime. A PCMG (Polícia Civil de Minas Gerais) informou, por meio da nota (leia a íntegra abaixo), que a perícia técnica esteve no local para fazer os primeiros levantamentos e a autoria, motivação e circunstâncias do fato serão investigadas.

Nota PCMG

“Sobre o homicídio ocorrido, na noite de ontem (11/3), em Contagem, a Polícia Civil de Minas Gerais informa que a perícia técnica esteve no local para fazer os primeiros levantamentos. A autoria, motivação e circunstâncias do fato serão investigadas”.

Edição: Vitor Fernandes

Comentários