Namorado não aceita término, agride jovem e se joga de 10 metros de altura

hospital-risoleta-neves-viatura-polícia-militar
Agressor se jogou de uma altura de 10 metros (Reprodução/Google Street View+ Amanda Dias/BHAZ)

Na noite dessa segunda-feira (23), uma mulher foi agredida pelo namorado após uma briga e, logo depois, ele se jogou do telhado da casa onde estavam. O caso ocorreu na cidade de Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a PM, o suspeito, 20, agrediu a vítima, 22, quando ela disse que queria terminar o relacionamento. Na sequência, o jovem se atirou da cobertura da residência. O estado de saúde dele é considerado grave.

Em depoimento à polícia, a vítima contou que estava num forró com o então companheiro, quando eles iniciaram uma discussão. Por conta disso, decidiram ir para casa e, chegando lá, tiveram uma conversa. Nesse momento, a mulher decidiu colocar um fim no relacionamento. Então, o homem foi para o quarto e ela permaneceu na sala, mexendo no celular.

Depois de um tempo, o agressor voltou para a sala e arrancou o celular das mãos da vítima, jogando-o no chão. Na sequência, ele a abraçou por trás, segurou a boca da mulher e a arrastou até o quarto. No cômodo, os dois iniciaram uma luta corporal, e o homem dizia que iria matar a ex-namorada e se suicidar em seguida. O jovem também cobriu a boca e o nariz da vítima por várias vezes, tentando sufocá-la.

Com as forças esgotadas para revidar à agressão, a vítima resolveu dizer para o homem que o amava e o perdoava, e então ele parou. Nesse instante, o agressor disse que não a mataria mais, mas que mesmo assim iria cometer suicídio. O jovem dirigiu-se até o telhado da cobertura, e a mulher fugiu para a casa de uma vizinha, onde acionou a Polícia Militar.

Agressor se atira da cobertura

A Polícia chegou ao local por voltas das 23h, e encontrou o homem no telhado, ameaçando se jogar. O Corpo de Bombeiros também estava presente para auxiliar no resgate, mas ele não quis conversar e atirou-se. Ele caiu de uma altura de aproximadamente 10 metros, e foi socorrido na hora pelos bombeiros. A equipe o levou para o Hospital Risoleta Neves, e a mulher agredida recusou atendimento médico.

Os militares foram até o hospital para saber sobre o jovem, e a equipe médica disse que ele encontrava-se em estado grave e que estava inconsciente. Diante disso, o caso foi encaminhado para a delegacia da polícia de Vespasiano.

Edição: Roberth Costa
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários