PBH libera volta presencial do ensino superior a partir de segunda-feira e diminui distanciamento entre alunos

Sala de aula
Decreto oficializando as novas permissões será publicado no sábado (FOTO ILUSTRATIVA: Banco de imagens/Envato)

A partir da próxima segunda-feira (23), as instituições de ensino superior da capital mineira já poderão retomar as atividades presenciais. A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) ainda informou que as escolas públicas e particulares também poderão reduzir o distanciamento entre os alunos de dois metros para um metro.

De acordo com a administração municipal, a flexibilização do distanciamento entre os estudantes foi permitida com base nos índices epidemiológicos e assistenciais da cidade “estáveis, e sendo monitorados diariamente”.

Ainda segundo a PBH, o decreto oficializando as novas permissões será publicado no Diário Oficial do Município (DOM) neste sábado (21). Atualmente, somente os alunos dos ensinos infantil, fundamental e médio estão autorizados a ter aulas presenciais.

Mais alunos

O prefeito Alexandre Kalil (PSD) ainda informou, em entrevista à TV Globo na manhã desta quinta-feira (19), que as escolas poderão dobrar o número de alunos nas salas de aula também a partir de segunda-feira. O mandatário ainda afirmou que as instituições de ensino serão as últimas atividades a serem fechadas caso novas restrições precisem ser aplicadas na cidade.

“O que eu tenho para dizer é que os novos estudos disseram que a escola não é problema, então, a partir de segunda-feira, estamos decretando, vamos publicar o protocolo direitinho, dentro do que o Ministério Público quer para a reabertura, vamos dobrar o número de alunos. É uma experiência, e agora eu tenho a plena convicção de que escola não pode fechar”, afirmou Kalil.

Edição: Giovanna Fávero
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários