Sem Carnaval, comércio de BH estará de portas abertas nos dias que seriam de folia

comercio aberto no carnaval
CDL definiu funcionamento do comércio nos dias que seriam de folia (Amanda Santos/BHAZ + Moisés Teodoro/BHAZ)

A CDL-BH (Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte) anunciou hoje (10) que o comércio da capital mineira poderá funcionar nos dias em que ocorreria a tradicional folia de Carnaval. Entre 15 e 17 de fevereiro, as lojas da cidade permanecerão de portas abertas, já que a festa deste ano foi cancelada por conta da pandemia da Covid-19.

Nenhum desses dias vai ser considerado feriado nacional ou municipal. Além disso, o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD), não decretou ponto facultativo este ano, e nenhuma das atividades públicas vão sofrer interrupções.

Diretrizes

O lojista que optar pela abertura do estabelecimento nas datas que ocorreriam o Carnaval, deve seguir as seguintes diretrizes determinadas pela CDL/BH: 

15/02/2021 – Segunda-feira – Funcionamento normal – deverá ser concedida uma folga ao empregado até o dia 31/05 (Dia do Comerciário) 

16/02/2021 – Terça-feira – Funcionamento normal – as horas trabalhadas deverão ser compensadas no banco de horas no prazo de até 150 dias 

17/02/2021 – Quarta-feira – Funcionamento normal – as horas trabalhadas deverão ser compensadas no banco de horas no prazo de até 150 dias

Sem bares

No período que seria do Carnaval, bares e restaurantes terão horários ainda mais restritos do que os atuais. Esses estabelecimentos não só vão poder vender bebida alcoólica até às 15h (como é a norma atual), como também só serão liberados para funcionar até esse horário. Portanto, será proibida a abertura, mesmo que não tenha venda desse tipo de bebida. Com as mudanças, os próximos dias nos estabelecimentos do segmento serão assim:

  • De sábado (6) até sexta-feira (12): Funcionamento liberado com venda de bebida alcoólica das 11h às 22h.
  • No fim de semana (13 e 14): Bares e restaurantes não poderão abrir
  • De segunda (15) a quarta (17): Funcionamento liberado com venda de bebida alcoólica de 11h às 15h – horário em que os estabelecimentos devem fechar as portas.

Pode música ao vivo?

Com a liberação da venda de bebidas em bares e restaurantes, uma pergunta vem à cabeça: pode música ao vivo? Ainda não. De acordo com o secretário de Planejamento, André Reis, a questão é debatida, mas qualquer decisão deve ficar para depois do período que seria o Carnaval. “É portaria e não decreto, então tem um tempo, mas pode ser que logo depois do Carnaval a gente consiga avançar nesse sentido. Mas para evitar a aglomeração nesse período, pode ser que aconteça um pouco mais pra frente”, explicou.

Edição: Roberth Costa
Jordânia Andrade
Jordânia Andradejordania.andrade@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Comentários