Vestido de ‘astronauta’, homem invade supermercado de Venda Nova e furta cerca de R$ 80 mil em dinheiro

astronauta
Um dos três ladrões que invadiu o local usava uma roupa prateada, de alumínio, bastante similar ao uniforme de um astronauta (Reprodução/Redes sociais)

Três assaltantes invadiram um supermercado localizado no bairro Jaqueline, na região de Venda Nova, e levaram até R$ 80 mil do estabelecimento nessa quarta-feira (22). Para além da grande quantia subtraída pelos autores, uma outra cena chamou ainda mais atenção dos policiais: um dos ladrões usava uma roupa prateada, de alumínio, bastante similar ao uniforme de um astronauta.

A cena foi registrada pelos circuitos internos de segurança, que também revelaram que outros dois homens, usando calça jeans, jaqueta e touca, auxiliaram na ação. Ao chegarem no local, policiais militares viram que o cadeado do portão que dá acesso ao interior da loja estava arrombado.

As autoridades também encontraram o estabelecimento todo revirado, com várias moedas espalhadas pelo chão. Segundo o supervisor do comércio, os ladrões levaram cerca de R$ 20 mil de um dos cofres, localizado na sala de troco. A quantia foi subtraída em notas de R$ 2, R$ 5, R$ 10, R$ 20 e R$ 50.

Já em outro cofre, os autores levaram até R$ 60 mil. Além dos danos financeiros, foram arrombadas nove portas, quatro cadeados, quatro cofres e quatro gavetas de caixas. Os autores ainda não foram localizados.

Ladrões estão foragidos

Ao BHAZ, a Polícia Civil informou que “instaurou procedimento para apurar autoria do furto, mas até o momento sem suspeito conduzido”. “A investigação está na 4ª Delegacia de Polícia Civil em Venda Nova e as diligências já estão sendo realizadas para a completa elucidação dos fatos”, acrescentou a corporação, em nota.

Edição: Roberth Costa
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários