Atriz da Globo sofre transfobia, mostra hematomas e desabafa: ‘Preconceito existe. Se cuidem’

marcella maia atriz trans
Marcella Maia usou as redes sociais para mostrar hematomas após transfobia (Reprodução/@mmaia/Instagram)

A atriz Marcella Maia, da TV Globo, denunciou ter sofrido transfobia em Porto Seguro (BA), na madrugada de quarta-feira (22). Pelas redes sociais, a famosa mostrou hematomas espalhados pelo pescoço, ombro e seios. “Preconceito existe. Se cuidem. Sem chão, sem forças. Tô viva. Meu corpo não merece isso”, desabafou a atriz no Instagram.

A global postou uma foto da entrada da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Porto Seguro, onde registrou boletim de ocorrência. De acordo com nota da assessoria da artista, o caso aconteceu no distrito de Caraíva, que pertence ao município baiano.

“O advogado da atriz já foi contatado e o caso será levado a juízo”, diz trecho da nota. A assessoria ainda disse que em breve farão a postagem de uma nota pública, “com maiores esclarecimentos sobre o ocorrido”. O texto termina dizendo que “a atriz está segura no momento e todas as medidas legais já estão sendo providenciadas”.

Novela das 19h

Marcella viverá a Morte na próxima novela das 19h, “Quanto Mais Vida Melhor”. No ano passado, a artista deu entrevista para a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, e falou sobre sua transexualidade.

“Ninguém sabia que eu era uma mulher trans. Acho que é uma coisa íntima. Não saio perguntando o que as pessoas têm no meio das pernas. Tenho que provar que sou suficiente sem dizer que sou trans. Mas, há cinco anos, saí do armário. Falei publicamente pela primeira vez. Hoje em dia falo com orgulho”.

Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Editor e repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários