Pesquisar
Close this search box.

Piloto de avião que caiu em SC fez contato com aeroporto minutos antes da queda

Por

avião caiu santa catarina joinville
O piloto e único tripulante não sobreviveram (Redes Sociais/Reprodução)

O avião particular que saiu de Governador Valadares, no Valo do Rio Doce, e caiu em Santa Catarina, na noite dessa segunda-feira (3), tinha pouso autorizado no Aeroporto de Joinville para às 18h.

De acordo com a assessoria do aeroporto, o piloto Geraldo de Assis Lima fez contato com a equipe do controle aéreo às 17h40, minutos antes de desaparecer.

Além do piloto, o empresário e dono da aeronave, Antônio Augusto Castro, 52, natural de Belo Horizonte, também estava no voo. Nenhum dos dois sobreviveu. O Corpo de Bombeiros encontrou os corpos junto aos destroços do avião na manhã desta terça-feira (4), em um local de mata fechada.

Conforme o capitão Ricardo Alberto Dummel do 7° Batalhão do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, o avião tinha como destino Florianópolis.

“Por motivo desconhecido, a aeronave iria descer no aeroporto de Joinville, onde acabou arremetendo e caiu na localidade de Barrancos, entre os limites dos municípios de Itapoá e Garuva. Desde a madrugada, nossas equipes estavam buscando essa aeronave”, disse ele.

Segundo consta no site da Agência Nacional de Aviação Civil, o avião de matrícula PS-BDW é um bimotor e tem espaço para, no máximo, seis passageiros. Ele não tem autorização para realizar tráfego aéreo.

Amanda Serrano

Foi estagiária do Jornal Estado de Minas e da TV Band Minas. Também trabalhou na assessoria política. Atualmente é repórter do Portal BHAZ.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ