Pesquisar
Close this search box.

Copasa atua em Porto Alegre para viabilizar abastecimento de água

Por

copasa porto alegre

Quatro equipes da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) se deslocaram nessa segunda-feira (13) a Porto Alegre para auxiliar na retomada do abastecimento de água na capital do Rio Grande do Sul. Na última semana, os profissionais atuaram nas cidades de Muçum e Santa Tereza, locais onde o serviço foi retomado.

As chuvas voltaram a cair forte neste fim de semana em Porto Alegre, o que fez com que as equipes se reunissem em uma força-tarefa junto ao Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) e à Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), entre outros órgãos, para minimizar os impactos causados à população da capital.

Os técnicos estão atuando em estações de tratamento de água em diversas regiões da cidade. O abastecimento de água de Porto Alegre é composto por seis Estações de Tratamento de Água (ETAs), seis Estações de Bombeamento de Água Bruta (EBABs), 88 Estações de Bombeamento de Água Tratada (EBATs) e 104 reservatórios.

“Nós estamos acompanhando os trabalhos nas elevatórias de água bruta que foram invadidas pela água. Aqui o pessoal tá fazendo a limpeza e retirada da água para que os equipamentos sejam retirados para secagem. Foi feito o isolamento da área”, diz Glaydson Juverlando dos Santos, oficial eletromecânica da Copasa na porta de uma das estações.

As manutenções feitas pela Copasa incluem substituições de bombas elevatórias e bombas de sucção submersas para recirculação de esgoto bruto, que funciona de acordo com o nível de um sensor ultrassônico, que também estava danificado.

As equipes realizaram a limpeza e o reparo dos equipamentos. A Copasa também está preparando o envio de nova remessa de mais 1,4 mil caixas com 19,6 mil litros de água potável para a Região Sul, uma necessidade que aumenta a cada dia nos locais atingidos pelas inundações.

Larissa Reis

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog. Também participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ