Grupos rivais vão a aeroporto receber Bolsonaro e dois acabam presos; veja

Reprodução/YouTube

A Polícia Militar de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, confirmou nesta sexta-feira (1º), que dois homens foram presos após uma confusão no aeroporto Marechal Rondon. Os detidos foram receber o deputado Jair Bolsonaro (PSC) e eram de grupos rivais. Um deles foi detido por jogar uma garrafa contra o parlamentar e o outro por agredir um rapaz que protestava contra o político.

A confusão no aeroporto ocorreu na tarde dessa quinta-feira (30), quando Bolsonaro desembarcou na cidade para participar de eventos do partido no Mato Grosso. Os homens presos foram levados para a delegacia, prestaram depoimento e foram liberados. Segundo a PM, para que respondam pelos crimes é necessário que as vítimas façam representações contra os suspeitos, o que não chegou a ocorrer.

A recepção a Bolsonaro foi marcada pelo embate de grupos rivais. Os apoiadores do deputado carregavam cartazes em apoio à uma possível candidatura dele para a Presidência da República, em 2018. Do outro lado, um grupo de estudantes se manifestou contra as posições conservadoras do parlamentar. Eles portavam uma bandeira que simboliza o movimento LGBT.

Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018, 2019 e 2020, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, em 2019, e Sebrae de Jornalismo, em 2021.