Homem é morto por engano um dia antes de casar

homem morto por engano
Um homem de 35 anos foi morto por engano por traficantes nessa terça-feira (30) em Gardênia Azul, na zona Oeste do Rio de Janeiro (Reprodução/Redes sociais)

Um homem de 35 anos foi morto por engano por traficantes nessa terça-feira (30) em Gardênia Azul, na zona Oeste do Rio de Janeiro. O pedreiro David Martins do Carmo iria oficializar o casamento de 10 anos no dia seguinte ao crime.

Segundo o jornal Extra, por volta das 21h, a vítima voltada da igreja quando foi abordado. Ele foi morto pelos criminosos e teve o corpo esquartejado.

O grupo de traficantes teria confundido o homem com um integrante de um grupo paramilitar que atua na região. Ao BHAZ, a Polícia Militar informou que agentes estiveram no local do crime e encontraram o corpo.

“Os agentes isolaram a área e preservaram o local até a chegada dos militares da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC)”, disse a corporação.

A vítima foi sepultada nessa quinta-feira (1º), no cemitério do Pechincha, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Também em contato com a reportagem, a Polícia Civil informou que a investigação está em andamento pela DHC. “Diligências estão em andamento para identificar a autoria do crime e esclarecer os fatos”, disse a corporação.

“Pegaram meu irmão por engano. Arrancaram um pedaço da nossa família. Estamos devastados. Ele era um homem de bem, pai de família e temente a Deus. O que fizeram com ele foi uma covardia. Ainda não sei o que estou sentindo”, desabafou a irmã de David.

Edição: Lucas Negrisoli
Larissa Reis[email protected]

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog. Também participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

SIGA O BHAZ NO INSTAGRAM!

O BHAZ está com uma conta nova no Instagram.

Vem seguir a gente e saber tudo o que rola em BH!