Pesquisar
Close this search box.

VÍDEO: Cratera se abre em rua e ‘engole’ homem, que também é atingido por escombros de muro

Por

homem engolido por cratera no espírito santo
Câmeras de segurança registraram o momento em que o homem foi 'engolido' por uma cratera no Espírito Santo (Reprodução/Facebook)

Imagens chocantes de um homem sendo “engolido” por uma cratera circulam pelas redes sociais. Nesta segunda-feira (1°), um médico caiu em um buraco na calçada após o chão ceder e derrubar um muro, em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo.

Conforme é possível ver no vídeo, o homem estava caminhando em uma calçada enquanto segurava uma sacola. De repetente, o chão embaixo dele cedeu e o muro caiu por cima do médico, atingindo-o com os escombros. Assista ao momento:

Por meio do Instagram, a Prefeitura de Cachoeiro do Itapemirim informou que equipes “estão no local onde uma calçada cedeu e acabou deixando uma pessoa ferida. Avaliação das causas e solução do problema”.

Segundo A Gazeta, o acidente ocorreu no bairro Gilberto Machado. O médico, que atua como ortopedista, foi socorrido por uma equipe de resgate até um hospital, onde constatou-se uma fratura no fêmur. O profissional passou por um procedimento cirúrgico e está lúcido.

A causa do acidente é investigada. De acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Inácio Daroz, a calçada acabou cedendo por falta de sustentação, e acredita que a causa tenha sido a chuva. O dono da casa e a concessionária de água e esgoto foram acionados.

De acordo com a empresa BRK, responsável pelo saneamento da cidade, uma equipe técnica esteve no local e concluiu que o ocorrido não teve relação com as redes de água e esgoto operadas pela concessionária.

Andreza Miranda

Graduada em Jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2020. Participou de duas reportagens premiadas pela CDL/BH (2021 e 2022); de reportagem do projeto MonitorA, vencedor do Prêmio Cláudio Weber Abramo (2021); e de duas reportagens premiadas pelo Sebrae Minas (2021 e 2023).

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ