Joaquim Barbosa sobre a votação do impeachment “É de chorar de vergonha”

Joaquim Barbosa anunciou desistência hoje pela manhã, pelo Twitter

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa usou sua conta no Twitter para criticar a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara. Referindo-se às justificativas dadas por deputados ao votarem à favor do impedimento, Barbosa escreveu na rede social que “é de chorar de vergonha! Simplesmente patético”.

O ex-ministro não se posicionou contra ou a favor do processo contra Dilma. Sua declaração referia-se às justificativas de voto dos deputados, dos quais, a maioria foi favorável ao processo contra a presidente.

alx_twitter_barbosa_copy_original
Os parlamentares deram declarações inusitadas e controversas ao microfone. No entanto, sequer citaram seu posicionamento sobre o crime de responsabilidade da presidente, que baseia o pedido de impeachment. Não faltaram parlamentares dedicando votos à Deus e à família, assim como também houve quem homenageou ex-torturadores, a população da BR-429, aposentados, pensionistas, idosos e às crianças.

Posteriormente às vergonhosas justificativas, Barbosa prevê que “ainda teremos outras razões para sentir vergonha de nós mesmos em toda essa história”.

Jéssica Munhoz

Jessica Munhoz é redatora do Portal Bhaz e responsável pela seção Cultura de Rua.