Musa da São Clemente é encontrada morta dentro de casa

tuane rocha
Tuane Rocha, musa da São Clemente, morreu aos 38 anos (Reprodução/tuanerocha_/Instagram)

Por Júlia Portela

Tuane Rocha, 38 anos, passista da escola de samba São Clemente, foi encontrada morta, no banheiro de casa, na noite dessa terça-feira (16). A passista era hipertensa e o corpo foi encontrado com uma lesão na cabeça. A causa da morte, no entanto, ainda não foi divulgada.

Pelas redes sociais, o presidente administrativo da escola de samba, Renato Almeida Gomes, fez uma homenagem à bailarina: “A Tuane foi uma das pessoas mais marcantes quando falamos das musas e destaques da São Clemente. Foram vários Carnavais representando muito bem a nossa escola, com um papel fundamental no desenvolvimento de muitas meninas da nossa comunidade. Vai fazer uma falta imensa, mas será sempre lembrada por cada integrante da São Clemente. Ficam as melhores lembranças de uma pessoa muito especial”.

Outros artistas e escolas de samba, como a Acadêmicos do Cubango e a Paraíso do Tuiuti, também repercutiram a morte de Tuane Rocha. Neguinho da Beija-Flor a descreveu como “uma excelente profissional” e uma pessoa “alegre e sorridente”. Já Raissa de Oliveira, rainha de bateria da Beija-Flor, lamentou a morte da amiga em um depoimento emocionado: “Recebi a pior notícia. A filha, a mãe, a profissional, que é uma mulher de fibra, não estaria mais entre a gente. Para mim está sendo um choque. Tantos palcos dividimos juntas, tantas viagens, muitas conversas e risadas. Vá com Deus, minha eterna amiga. Vá com sua alegria e chegue aí no céu sambando, que é o que você amava fazer”.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Metrópoles
Metrópoles

O Metrópoles é um veículo de comunicação ágil, com linguagem acessível e totalmente focada no digital. Informar, escutar, interagir, debater, denunciar, diversificar, entreter e prestar serviço à sociedade do Distrito Federal e do país são especialidades do portal.

Comentários