Setor de bens de capital registra em outubro melhor resultado do ano

Com o desempenho de outubro, o setor agora espera um crescimento de 1,5% no faturamento este ano e uma expansão de 4,6% em 2021 (Imagem Ilustrativa/Pixabay)

O faturamento dos fabricantes de bens de capital do país registrou crescimento de 16% em outubro em relação ao mesmo período de 2019. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), é o melhor desempenho do ano, impulsionados pelo setor de máquinas agrícolas que foi pouco afetado pela pandemia e recuperação da indústria automotiva.

O levantamento realizado pela Abimaq mostra que a indústria de máquinas e equipamentos atingiu receita líquida de R$ 14,6 bilhões em outubro, um crescimento de quase de 3% em relação a setembro e atingindo resultado positivo de +0,7% no acumulado do ano, informou a entidade.

Os setores que ajudaram na retomada da atividade da indústria de máquinas foram o automotivo, vestuário, alimentos e papel e celulose, conforme conclusão da Abimaq. Entre janeiro e outubro, a receita interna atingiu R$ 81,75 bilhões, um crescimento de 5,1% na base anual.

Com o desempenho de outubro, o setor agora espera um crescimento de 1,5% no faturamento este ano e uma expansão de 4,6% em 2021. A previsão positiva é com base no aquecimento das atividades agrícolas nos países da América do Sul que são os principais compradores de máquinas e de insumos agrícolas do Brasil.

O setor terminou outubro com um nível de utilização de capacidade instalada de 73,7%, ainda bem abaixo do nível mais próximo de 90% que começaria a instigar os empresários a investir em ampliação de suas instalações. O setor também aposta em bons números na Black Friday 2020 que neste ano acontece no dia 27 de novembro.

Comentários