Tatá é criticada por usar ‘muita proteção’ em cremação de Paulo Gustavo

tatá werneck máscara face shield
Atriz ficou magoada com as críticas à sua proteção e à roupa usada na cerimônia de Paulo Gustavo (Reprodução/Twitter)

A humorista Tatá Werneck rebateu críticas de internautas que afirmaram que ela estava usando “muita proteção” na cerimônia de cremação de Paulo Gustavo, nessa quinta-feira (6). A global estava com duas máscaras, face shield e álcool em gel na mão. Pelas redes sociais, a atriz de manifestou e disse que prefere ser chamada de “exagerada do que de irresponsável”.

O assunto teve início após Tatá responder a uma seguidora no Twitter. “Sim, estão xingando a Tatá Werneck por estar protegida com duas máscaras, face shield e álcool em gel na mão para o velório do Paulo Gustavo. A gente entende muita coisa com isso, né…”, disse a mulher pela rede social.

A atriz repostou a mensagem da seguidora com uma resposta às críticas. “As pessoas são bobas demais. Criticam quem não se protege. E na mesma medida quem se protege demais. Prefiro ser chamada de exagerada do que de irresponsável”.

Todo cuidado é pouco

O uso de duas máscaras não é exagero da apresentadora do Lady Night, e tem sido defendido por diversos especialistas. O face shield é uma proteção a mais, aliado ao álcool em gel. Veja abaixo algumas recomendações da SES-MG (Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais):

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
    Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.
    Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
  • Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas.
  • Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.
  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
  • Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes.  As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.
Edição: Thiago Ricci
Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Editor e repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários