Hospital de BH fecha última ala para tratar Covid após quase 10 mil atendimentos: ‘Sensação de alegria’

hospital célio castro
Vídeo emocionou internautas (Reprodução/@hmdccsusquedacerto/Instagram)

O Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro (HMDCC) fechou a última ala para tratar pacientes com Covid-19. Em vídeo emocionante postado nas redes sociais, funcionários aparecem desmobilizando o espaço. Desde o começo da pandemia, quase 10 mil pessoas foram atendidas na unidade de saúde localizada no bairro Milionários, na região do Barreiro, em Belo Horizonte.

O primeiro paciente com suspeita da doença deu entrada no hospital em 26 de fevereiro de 2020. De lá pra cá, foram 9.824 pessoas atendidas nos últimos 18 meses, seja com suspeita ou confirmação do novo coronavírus. “Um filme passou pela cabeça de cada profissional que, por tantos meses, atuou na linha de frente de combate à doença”.

O hospital é o segundo do estado de Minas Gerais que mais internou pacientes com a doença.

“A sensação é de alegria pelo encerramento de um ciclo, pelo avanço da vacinação do país e pela esperança de vencer a Covid-19. O Hospital Metropolitana Dr. Célio de Castro estará sempre pronto [e a postos] para tudo que a cidade precisar”, diz trecho da publicação.

‘Emocionante’

Internautas se emocionaram com o vídeo de fechamento da última ala Covid-19 do Hospital Metropolitana Dr. Célio de Castro. “Muito emocionante. Faltam palavras para expressar tantos sentimentos”, “Emocionante esse vídeo! Parabéns a todos vocês. Verdadeiros heróis da pátria”, comentaram.

Funcionários da unidade também manifestaram o sentimento diante do fechamento. “Que alegria. Estou em prantos, pois depois de tempos difíceis, vimos o que uma equipe é capaz de fazer. Parabéns a todos os meus colegas”.

Uma outra relembrou quando o bloco cirúrgico onde trabalhava precisou ser transformado em 20 leitos de CTI (Centro de Terapia Intensiva). “Foi chocante, mas acima de tudo, foi necessário. É um alívio ver o HMDCC voltando à quase normalidade”.

Covid em BH

A capital mineira, conforme o Boletim Epidemiológico e Assistencial, tem 284.984 casos confirmados do novo coronavírus e 6.871 mortes. Os pacientes recuperados chegaram a 276.328 e os em acompanhamento a 1.839. Os dados são dessa quinta-feira (7).

Os indicadores de monitoramento da pandemia estão da seguinte forma:

  • Número médio de transmissão por infectado (RT) – 1,00- nível amarelo
  • Ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) – 43,4% – nível verde
  • Ocupação de leitos de enfermaria – 39% – nível verde

O boletim indica que a cidade tem 79,9% do público-alvo vacinado com a primeira ou única dose do imunizante e 54,3% com o esquema vacinal completo. Veja os indicadores da imunização:

  • 1ª dose – 2.016.286
  • 2ª dose – 1.349.801
  • Dose única – 59.292
  • Dose de reforço – 46.581

O informe pode ser lido aqui.

Edição: Vitor Fernandes
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários