Startup de BH recebe aporte para ajudar estudantes a desenvolver competências ‘fora da caixa’

Ways Education
Plataforma funciona como um ‘cardápio’ de cursos e atividades (Ways Education/Divulgação)

A startup belo-horizontina Ways Education, que estimula o desenvolvimento das crianças por meio de atividades extracurriculares diferenciadas, recebeu um novo aporte de R$ 300 mil para reforçar o time e ajudar os jovens a desenvolver as “competências do século XXI”.

O aporte foi viabilizado por meio da Criabiz Ventures e de sua rede de mais 130 investidores-anjo. Agora, o time da Ways Education está saindo de sete para 14 pessoas, permitindo a evolução do serviço oferecido pela startup.

“O desenvolvimento de conteúdo próprio é uma prioridade visando alcançarmos um negócio escalável de fato”, diz Marina Gontijo, pedagoga e mãe, que é sócia-fundadora e CEO da empresa.

Além da captação, a Ways também venceu a edição especial da Batalha das Startups, realizada durante o Rio Innovation Week, e conquistou o prêmio de R$ 300 mil em mídia.

A Ways Education

A Ways Education é uma plataforma ofertada para empresas como benefício corporativo focado na família do colaborador. Ela permite que as companhias ofereçam o acesso a uma educação inovadora por meio de conteúdos extracurriculares.

A startup nascida em Belo Horizonte em como missão tornar crianças e adolescentes cientes de seus talentos que, segundo a empresa, os currículos tradicionais não costumam enxergar. Em 2021, ela impactou mais de 2 mil famílias, atendeu crianças e adolescentes em oito estados e 22 cidades do país, e fechou o ano fazendo parte do pacote de benefícios oferecidos aos colaboradores de cinco empresas.

“Queremos que cada estudante que use nosso serviço tenha a oportunidade de experimentar e descobrir aquilo que  gosta, o que sabe fazer e no que gostaria de investir na sua longa jornada de aprendizado. Afinal de contas, a ciência já nos mostrou que, quando aprendemos aquilo que amamos, o aprendizado é potencializado”, explica Marina Gontijo.

A Ways Education ressalta que 85% das profissões que vão existir em 2030 ainda são desconhecidas, segundo estudo da Dell Technologies ao Institute For The Future. “Mas, apesar de desconhecermos essas novas profissões, temos clareza de que competências serão necessárias para atender a essa demanda”, defende Taísa Botelho, sócia-fundadora, CMO da startup e mãe.

Como funciona?

A plataforma funciona como um “cardápio” de cursos e atividades: são diversos conteúdos “fora da caixinha” que são ofertados ao vivo, com interação, e ministrados por professores especialistas nas áreas. E nesta nova fase, os conteúdos gravados são o grande foco.

De modo geral, segundo a Ways, eles focam no desenvolvimento da criatividade, da autoconfiança e da autonomia da criança e do adolescente, competências fundamentais para o futuro cidadão de nossa sociedade.

“As famílias podem contratar aulas ou cursos avulsos, mas o mais interessante e inovador é a assinatura de atividades em que a família pode acessar qualquer aula da nossa programação de maneira personalizada e flexível”, explica Marina Gontijo.

Além das opções de atividade, a tecnologia da Ways Education ainda conta com outros benefícios para as famílias, que incluem conteúdo, suporte educacional, repertório de experiências inovador e fora da caixa, flexibilidade de horários e personalização.

Edição: Roberth Costa
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários