Família de jogador que morreu na França cria vaquinha online para trazer corpo ao Brasil

iago victor brasileiro
Mais de 300 pessoas já doaram dinheiro para a vaquinha (Reprodução/vakinha.com.br)

O jogador brasileiro Iago Victor dos Santos morreu aos 26 anos de idade no último domingo (27) após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele teve o problema súbito pouco depois de fazer um teste em Nice, na França, no processo de entrada em um time local. Para arcar com os custos de transporte do corpo de Iago para o Brasil, a família dele criou uma vaquinha virtual.

Parada cardiorrespiratória

Iago, que trabalhava na Europa desde 2019, fez um teste para entrar em um time francês no último fim de semana. Pouco depois do jogo, ele começou a se sentir mal. Após o almoço, o mal estar voltou e ele foi para casa. Lá, acabou tendo a parada cardiorrespiratória.

Um colega de quarto de Iago Victor o socorreu e chamou o resgate. Ainda em casa, o brasileiro recebeu atendimento médico, mas não resistiu. Em conversa com o UOL Esporte, Pedro Gabriel, o irmão de Iago, disse que a reanimação durou aproximadamente 40 minutos.

Como ajudar?

O processo custa entre 12 e 15 mil euros – cerca de R$ 69 mil a R$ 85 mil. Para conseguir esse valor, o irmão do jogador criou uma vaquinha online para repatriar o corpo de Iago. As doações podem ser feitas na página da vaquinha criada pela família (clique aqui). É possível contribuir com qualquer quantia.

Até o momento, a família de Iago Victor arrecadou pouco mais de R$ 22 mil com a campanha, que recebeu doações de mais de 300 pessoas. Também é possível doar diretamente ao PIX de Pedro, pelo número de telefone 61984582172.

Família de Iago já arrecadou pouco mais de R$ 22 mil (Reprodução/vakinha.com.br)

Despedida

“Nosso grande guerreiro e atleta Iago Victor faleceu no dia 27/02 na cidade de Nice, na França fazendo o que ele mais amava, jogar bola”, consta na descrição da vaquinha. Ainda segundo a família, o valor precisa ser alcançado até esta sexta-feira (4) de manhã.

“Para que família e amigos possam fazer uma grande despedida à altura da grandeza que esse garoto iluminado e destemido sempre expressou naturalmente, precisamos arrecadar um alto valor em um curto espaço de tempo para que sua repatriação (processo de vinda da França para o Brasil) seja feita o quanto antes”, ressalta. 

‘Luz no fim do túnel’

“No momento, essa vaquinha representa tudo. É dela que dependemos da despedida do nosso irmão, que não víamos há três anos. No momento, ela é a nossa luz no fim do túnel”, disse o irmão Pedro ao UOL.

Iago Victor atuou em times europeus da Espanha, Portugal e Bélgica. Anteriormente, no Brasil, vestiu a camisa de Brasília, Taguatinga e Coritiba-SE. O atleta não possuía problemas de saúde anteriores.

Edição: Giovanna Fávero
Beatriz Kalil Otherobeatriz.othero@bhaz.com.br

Graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre esportes para o BHAZ. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2021 e 2022. Também produziu reportagens premiadas pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

Comentários