Pesquisar
Close this search box.

Alexandre Capela segue exemplo de Vinícius Jr. e reage contra racismo em Minas

Por

alexandre capela racismo
Alexandre Capela foi corajoso e chamou árbitro e delegação do jogo denunciando o racismo (Foto: Divulgação)

Foi em Divinópolis, a 120 Km de Belo Horizonte, cidade que adoro, povo ótimo, mas que também tem seus imbecis. No caso, uma figura de 78 anos, que infelizmente, ainda não aprendeu nada sobre a humanidade ou a respeitar para ser respeitado. O nome e a foto dele ainda não foram divulgados pelas autoridades policiais e judiciárias, mas estamos no aguardo.

A vítima foi corajosa e agiu com a mesma gana do Vinícius Jr. do Real Madri, que não se calou, não se cala e vai pra cima de todo e qualquer racista e racismo que ataca na Europa e em qualquer parte do mundo.

A coragem do Vinícius, de peitar essa cambada em um país de histórico ruim neste aspecto, como a Espanha, está provocando este efeito positivo, de atletas em todos os lugares, famosos ou não, de gritarem contra esta violência absurda.

Alexandre Capela ajudava o Villa Real, de Juiz de Fora, a vencer o Guarani no estádio Farião por 1 a 0, quando um infeliz da arquibancada resolveu chamá-lo de macaco e outras coisas.

Imediatamente ele se dirigiu ao árbitro e ao delegado do jogo, da Federação Mineira de Futebol, que prontamente pararam a partida e agiram como deveriam.

A Polícia Militar foi acionada, que prontamente identificou o criminoso e tomou as medidas de praxe. O Villa Real acolheu seu atleta, o Guarani de Divinópolis também pôs a boca no mundo e soltou nota de repúdio contra a agressão e tão logo tomou conhecimento, a Federação Mineira de Futebol – FMF -, se manifestou de forma veemente contra a covardia.

É por aí! Que ninguém aceite ou fique calado quando algum racista entrar em ação, em qualquer lugar!

Chico Maia

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ