Segue o líder isolado! Em noite mágica de Nacho, Galo vence de virada

Nacho comemorando
Nacho fez 2 gols e deu uma assistência na vitória atleticana (Pedro Souza/Atlético/Divulgação)

O Galo saiu atrás contra o Santos, mas foi buscar a vitória nesta noite de quarta-feira (13) no Mineirão, em Belo Horizonte. O argentino Nacho foi o nome da partida, com 2 gols e uma assistência para Nathan Silva. com o resultado, o Galo continua líder isolado com 56 pontos, 11 a mais que o 2º colocado Flamengo, que também venceu na rodada. Na próxima rodada, o Galo visita o xará Goianiense no Antônio Accioly, na capital goiana.

Pênalti?

Logo no primeiro minuto, o Galo chegou com perigo e animou sua torcida. No passe de Dylan para Diego Costa, Velásquez quase tocou em direção às rede do Santos. Aos 11, veio o primeiro pedido de pênalti, não assinalado pelo árbitro: Zaracho teve sua camisa puxada na área e os jogadores atleticanos ficaram na bronca junto com a torcida.

O Peixe assustou aos 15 do 1T na cobrança de escanteio de Marinho, que só não fez um gol olímpico porque Everson evitou. A resposta atleticana veio aos 27 no chutaço de Allan, espalmado por João Paulo.

+1 pênalti?

Na marca dos 38 do 1T, Dylan fez boa jogada e foi para o gramado após uma trombada com Wagner Leonardo. Novamente, a partida seguiu. Vale lembrar que o VAR revisou os lances de possíveis pênaltis e decidiu não chamar o árbitro para olhar o monitor.

Aos 45, Diego Costa dominou, mas quando ia chutar, Balieiro cortou a tentativa.

Santos na frente

Na volta para o 2T, o Santos abriu o placar logo aos 3 minutos. Lucas Braga passou pelos marcadores e tocou para Raniel, que girou e chutou no canto, direto para as redes. Na comemoração, o ex jogador do Cruzeiro provocou a torcida atleticana, dizendo: “eu mando aqui [no Mineirão]”.

Tudo igual

Aos 21 do 2T, o Galo teve a chance do empate quando o árbitro marcou pênalti após olhar o VAR e perceber empurrão de Lucas Braga em Calebe. Nacho cobrou direto para as redes: 1 a 1 no Mineirão.

https://twitter.com/GabriellirapG2/status/1448431577093058562?s=20

Pouco depois, aos 25, Zanocelo mandou uma cabeçada no travessão e quase colocou o Peixe em vantagem.

Virou e ampliou

Não demorou muito para o Galo virar o placar aos 29 minutos após a cobrança de falta de Nacho ir na cabeça de Nathan Silva. O zagueiro mandou direto para o gol, para alegria da torcida.

O terceiro gol veio de mais um pênalti, marcado após Calebe ser derrubado na área. Na cobrança de Nacho, João Paulo pegou com os pés e devolveu na cabeça do argentino, que não desperdiçou e fez seu 2º gol no jogo.

O Santos tentou reagir, mas não conseguiu e a segunda vitória seguida do Galo foi confirmada: 3 a 1 para o líder isolado.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatriz.othero@bhaz.com.br

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre esportes para o BHAZ. Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2021 e de reportagens premiadas pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

Comentários