Cineasta é picado por aranha venenosa no set de ‘Rust’, o mesmo em que diretora foi morta acidentalmente

jason miller
O cineasta Jason Miller foi picado por uma aranha venenosa e corre o risco de ter o braço amputado (Reprodução/GoFundMe)

O set de gravações do filme “Rust”, nos Estados Unidos, foi palco de mais uma tragédia nos últimos dias. Enquanto fechava o espaço, um dos cineastas acabou sendo picado por uma aranha venenosa e precisou ser hospitalizado. No mês passado, no mesmo set, o ator Alec Baldwin matou acidentalmente a diretora do filme, Halyna Hutchins, enquanto atuava com uma arma cenográfica. As informações são do jornal New York Post.

O cineasta Jason Miller exercia a função de montador de tubos e operador de lâmpadas no set de filmagens, que não recebe gravações desde a morte de Hutchins. Com a picada do animal peçonhento, o profissional teve diversos ferimentos expostos ao longo do braço esquerdo, que corre o risco de ser amputado.

Segundo os médicos, a vítima precisará de um enxerto de pele para cobrir a ferida aberta, quando ela finalmente começar a cicatrizar. Jason agora está em busca de um advogado para abrir um processo de indenização trabalhista. Representantes do filme ainda não se pronunciaram sobre o novo incidente.

Família cria vaquinha

Para arcar com os custos médicos do tratamento de Jason, sua família conta com a solidariedade. Na última sexta-feira (5), amigos e familiares criaram uma campanha online no site GoFundMe, que já arrecadou mais de US$ 11,3 em doações.

“Em questão de dias, ele apresentou sintomas graves, incluindo necrose do braço e sepse. Ele foi hospitalizado e passou por várias cirurgias diárias enquanto os médicos fazem o possível para impedir a infecção e tentar salvar seu braço da amputação”, diz a família no site da campanha.

“Se em circunstâncias piores ele perder o braço, este é um evento devastador e de mudança de vida para Jason e sua família. Para qualquer um que possa apoiar e oferecer contribuições para ajudar Jason a passar por esse período doloroso e desafiador, seria incrivelmente útil e muito apreciado”, acrescenta.

Diretora é morta acidentalmente

No último dia 21, a diretora de “Rust”, Halyna Hutchins, morreu no set de gravações após ser atingida por um disparo feito por Alec Baldwin com uma arma cenográfica. Ela chegou a ser socorrida por um helicóptero, mas não resistiu e acabou morrendo no hospital (relembre aqui).

Relatórios oficiais afirmam que o ator estava ensaiando uma cena que envolvia apontar uma arma para a câmera quando disparou. Foi o diretor Joel Souza que explicou a dinâmica do acidente às autoridades, segundo o jornal New York Times.

Halyna Hutchins, de 42 anos, era diretora de fotografia com trabalhos registrados para a TV e cinema desde 2012. Natural da Ucrânia, a profissional estudou jornalismo e cinema em Los Angeles. Dois dias antes de morrer, ela postou um vídeo nos bastidores das gravações de Rust.

Segundo o jornal Santa Fe New Mexican, o ator foi visto “perturbado e em lágrimas”, ao falar ao telefone do lado de fora da delegacia. Desde a tragédia, as gravações do filme foram interrompidas.

Edição: Roberth Costa
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Estudante de jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários