Estudo americano confirma importância da 2ª dose em quem já teve Covid

vacina covid pfizer
Pesquisa da Northwestern University mostrou que, caso tomem duas doses da vacina, proteção pode chegar a 98% para os recuperados (Igo Estrela/Metrópoles)

Um grupo de pesquisadores da Northwestern University, nos Estados Unidos, publicou, na segunda (30), na revista científica Scientific Reports, da Nature, uma pesquisa que reforça a importância da segunda dose da vacina contra a Covid-19 na luta contra as variantes do coronavírus.

Os pesquisadores analisaram amostras de sangue de pessoas que já tiveram Covid-19 para entender por quanto tempo os benefícios das vacinas da Pfizer e Moderna duram e sua eficácia frente às novas variantes.

Os cientistas testaram os anticorpos neutralizantes medindo a capacidade da amostra de inibir a relação entre a proteína spike do vírus e os receptores ACE2, usados pelo coronavírus para invadir as células.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Metrópoles

O Metrópoles é um veículo de comunicação ágil, com linguagem acessível e totalmente focada no digital. Informar, escutar, interagir, debater, denunciar, diversificar, entreter e prestar serviço à sociedade do Distrito Federal e do país são especialidades do portal.

Comentários