Chefe flagra festa ‘secreta’ de funcionários, é provocado por eles e tem a melhor reação

festa em bar
Funcionários fizeram festa escondida do chefe, mas comemoração não ficou tão secreta assim (Reprodução/Facebook)

Um grupo de funcionários decidiu fazer uma festa de fim de ano no local de trabalho, sem a presença do chefe, mas acabaram sendo descobertos pelo circuito interno de câmeras. O patrão, que não havia sido convidado, compartilhou nas redes sociais, nessa segunda-feira (20), uma foto dos trabalhadores confraternizando. O caso ocorreu em um bar de Bolton, no Reino Unido.

Segundo o The Sun, Paul Gallagher, o co-proprietário do The Definitely Maybe Bar, descobriu que os funcionários davam uma festa quando decidiu verificar as câmeras para ver se funcionavam bem. Nisso, ele acabou flagrando 10 membros da equipe do bar festejando sem a presença dele.

O grupo de trabalhadores estava até usando gorros de Natal, enquanto compartilhavam bebidas. O chefe decidiu tirar uma foto deles e postou no Facebook: “Um salve para o nosso pessoal do bar… dando sua própria festa de Natal e não convidando os chefes. Feliz Natal, seus animais imundos”.

Funcionários provocam

“Publiquei uma imagem de todos eles no Facebook mostrando a filmagem, sabendo que nossos clientes ficariam felizes em vê-los do outro lado do bar se divertindo, pois eles merecem um pouco de tempo e é bom fazê-lo antes do Natal”, justificou o chefe.

Depois de notarem que haviam esquecido de desligar o circuito de câmeras, os funcionários decidiram provocar o chefe apontando o dedo do meio para a câmera. Eles chegaram a colocar um gorro na câmera para continuarem a festa particular.

A equipe de trabalhadores ainda fez um amigo-oculto e convidou um músico local para tocar durante a comemoração. O chefe contou: “Costumo verificar o circuito interno de televisão para ficar de olho nas coisas para a segurança de todos”.

‘Achei atrevido, mas não me importei’

“Eu loguei e os vi reunidos com chapéus de Papai Noel e mesas decoradas e presentes em todos os lugares, e soube o que estava acontecendo imediatamente. Eles fizeram um amigo-oculto e compraram presentes um para o outro, e um de nossos músicos apareceu e os entreteve”, relatou Paul.

O chefe disse que os funcionários saberiam que por se tratar de uma segunda-feira à noite, o bar estaria mais quieto. “Eu achei um pouco atrevido, mas não me importei. Eu só queria que eles não bebessem muito com uma grande semana pela frente”, acrescentou.

O bar pertence a Paul Gallagher, 42, e a seu irmão Mark, 45. Ambos abriram o estabelecimento três semanas antes da Covid-19 chegar, no ano passado. Após perceber que tinham sido pegos, um dos funcionários chegou a enviar para os chefes um vídeo da câmera coberta, para provocar.

Festa foi até a manhã

Paul decidiu dar-lhes o benefício da dúvida, e a festa continuou até as primeiras horas da manhã. “Eu apenas ri quando vi que eles cobriram as câmeras, eu sabia que eles iriam ceder e tirá-las em pouco tempo”, contou.

“Gosto de pensar que as pessoas viram o humor nisso e ficariam felizes em vê-los se divertindo depois de passar o ano todo atendendo nossos clientes. A festa que tínhamos planejado para janeiro pode não acontecer devido ao retorno das restrições previstas”, explicou o chefe da turma.

Ele ainda acrescentou que a indústria está passando por um momento incerto, e que isso gera ansiedade nos trabalhadores. “Então foi bom vê-los relaxando e esquecendo tudo isso por uma noite, pelo menos”, finalizou.

Edição: Roberth Costa
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários