Jovem ‘rouba’ cão para salvá-lo de maus-tratos do vizinho

cachorro resgatado
O jovem relatou que desde que resgatou o animal tem recebido diversas doações de alimentos e remédios de vários vizinhos (Reprodução/Redes sociais)

Um homem de 25 anos decidiu “roubar” o cachorro pitbull de um vizinho depois de perceber que o animal sofria maus-tratos. Segundo ele, o cão de aproximadamente um ano vivia preso e sem comida. O caso ocorreu na cidade de Garupá, na Argentina.

Em entrevista ao portal Misiones online, Gastón Sosa disse que antes da tentativa frustrada de pedir ao vizinho que entregasse o animal, ele decidiu publicar um vídeo comprovando os maus-tratos e avisando que o animal seria levado “independentemente das consequências”.

“Olá pessoal, queria mostrar a vocês que esse cachorro está sofrendo muito. É um pitbull que está amarrado, eu o pedi ao dono dele, mas ele não quis me dar, minha tia também pediu. Sempre que possível a gente dá alimento e água pra ele, vai ser muito útil se vocês me dessem uma mão para ajudar o cachorro, muito obrigado desde já”, escreveu em uma publicação no Facebook em um grupo público de ajuda a animais.

No último dia 26, Gastón decidiu cumprir com a palavra dele. Ciente de que sua decisão poderia lhe prejudicar judicialmente, o homem expressou reiteradamente que não se importava com as consequências. “Eu trabalhava na casa ao lado e o via todos os dias. Um dia não aguentei mais e disse à minha mulher: ‘Eu vou tirá-lo de lá’. Não me importava com as consequências, queria que o pobre animal vivesse”, disse o jovem.

‘Iria para a prisão feliz’

Dias depois de resgatar o animal, Gastón conta que recebeu a visita de um policial e um veterinário, que foram verificar o estado de saúde do cão. “Eles me disseram que eu sou culpado pelo que fiz e eu disse que não tinha problema, que se eu tiver que ir para a prisão eu irei, e ainda iria feliz porque o cachorro vai ficar bem”, garantiu.

Depois da avaliação, o animal recebeu medicamentos para tratar de algumas patologias e iniciar a recuperação nutricional. Além disso, o veterinário também investiga uma possível leishmaniose que será tratada caso seja confirmada.

O jovem relatou que, desde que resgatou o animal, tem recebido doações de alimentos e remédios de vários vizinhos. Segundo ele, o tutor do cachorro ainda não entrou em contato para recuperar o animal.

Veja o vídeo:

Edição: Roberth Costa
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários