Suspeito de estuprar adolescente foge de perseguição e fica três horas encurralado em árvore

suspeito-estupro-em-árvore
Homem ficou preso em árvore coberta de neve a uma temperatura de -19°C (Comitê de Investigação da Federação Russa/Divulgação)

Um suspeito de estuprar crianças ficou encurralado no topo de uma árvore coberta de neve após ser perseguido pelo cunhado de uma das vítimas com um taco de beisebol. Roman Shchukin, de 38 anos, ficou sentado nos galhos em uma temperatura de -19°C em Onsque, na Rússia. Policiais cercaram o homem e o algemaram quando ele finalmente desceu.

Segundo o The Sun publicou nessa segunda-feira (17), a vítima, de 15 anos, correu para a casa da irmã e, logo em seguida, foi levada para o hospital. Lá, ela passou por uma cirurgia de emergência por ter sofrido fortes ferimentos internos.

O cunhado da adolescente então pegou um taco de beisebol e perseguiu o suposto estuprador pela neve. Roman subiu em uma árvore para tentar escapar da emboscada, mas o homem que o perseguia ficou parado na parte inferior da árvore, esperando-o.

Suspeito é detido

De acordo com Comitê de Investigação da Federação Russa, a mãe da menina estava no trabalho quando o suspeito estuprou a garota. O homem já foi condenado oito vezes por roubo de propriedade.

Em um comunicado, o Comitê de Investigação da Rússia informou que “os policiais chegaram e encontraram o suspeito em condições inadequadas, sentado em uma árvore na rua 19 Partsyezd. O suspeito, um homem de 38 anos condenado anteriormente oito vezes por roubo de propriedade, foi detido”.

De acordo com a corporação, “a vítima está no hospital”. No fim deste mês, a Rússia deve endurecer as leis de pedofilia no país. As alterações incluem prisão perpétua automática para reincidentes agressores sexuais de crianças e monitoramento aprimorado de condenados depois de libertados da prisão.

Edição: Giovanna Fávero
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários