Aeroporto de Confins terá voos diretos para Miami e outras cidades dos EUA

aeroporto confins avião
Partidas acontecerão de Confins (Henrique Coelho/BHAZ + Reprodução/Instagram/@goeasternair)

Se você gosta de viajar para o exterior, fique atento. O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou que o Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, terá voos diretos para algumas cidades dos Estados Unidos a partir do próximo ano. A novidade foi anunciada pelo mandatário do estado pelas redes sociais, neste sábado (12).

“Mais desenvolvimento para Minas: o Aeroporto Internacional de Confins terá voo direto para Miami, Boston e Nova Iorque a partir de março de 2021. Com um total de seis frequências semanais, os voos serão operados pela Eastern Airlines”, disse Zema na publicação. Na sequência da mensagem, o governador destacou que BH será a primeira cidade do Brasil onde a companhia aérea realizará os voos regulares. “Minas avança”.

Repercussão

Nos comentários da publicação, os internautas se dividiram entre apoios e críticas ao governador. “Parabéns ao senhor! Tem demonstrado ser um governador e um administrador excelente. Estou muito feliz por ter votado no senhor”, “Boa governador”, escreveram alguns apoiadores de Romeu Zema.

Apesar dos elogios, houve internautas que aproveitaram para mandar um recado ao político mineiro. “Que adianta voo direto se a gente vai ser barrada porque não tem vacina [contra o coronavírus] em Minas?”, “Aproveite esses aviões e manda trazer a vacina para Minas. Pela atenção, obrigadas”, publicaram. E teve ainda quem usou da ironia para comentar o anúncio: “Me dê uma passagem para eu ver se estará funcionando direito”.

Edição: Roberth Costa
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ de maio de 2017 a dezembro de 2021. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários