Pesquisar
Close this search box.

ALMG aprova em 1° turno aumento de 3,62% no salário dos servidores

Por

reunião extraordinária projeto de revisão salarial dos servidores aprovado
Projeto de revisão salarial dos servidores foi aprovado em Reunião Extraordinária (ALMG/Elizabete Guimarães)

O projeto de lei que prevê o reajuste do salário dos servidores do Poder Executivo em 3,62% foi aprovado em 1° turno pelo Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A reunião extraordinária ocorreu nesta quarta-feira (29), e o PL seguirá em votação na próxima semana.

Segundo o Projeto de Lei 2.309/24, do governador Romeu Zema (Novo), servidores inativos e pensionistas, com direito à paridade, detentores de função pública e convocados para a função de magistério terão direito à recomposição salarial.

A revisão salarial também inclui os contratos temporários vigentes, cargos de provimento em comissão, funções gratificadas e gratificações de função. O texto original prevê recomposição de 3,62%, retroativa a 1° de janeiro deste ano.

Na votação de hoje (29), as emendas não foram aprecidadas por falta de quórum. A Comissão de Fiscalização Financeira chegou a recomendar a aprovação do projeto que prevê reajuste no vencimento das carreiras do Grupo de Atividades de Educação Básica.

O artigo prevê que o vencimento será reajustado na mesma periodicidade e no mesmo percentual das atualizações do piso salarial profissional nacional dos profissionais do magistério público da educação básica. Essa emenda também não foi votada.

As emendas de deputados da oposição ao governo Zema, que modificam o percentual proposto pelo Poder Executivo, serão apreciadas em uma outra reunião. Uma das emendas, asssinada por 30 deputados, autoriza o governo a dar 10,67% de recomposição salarial para os servidores da segurança pública.

Uma outra emenda propõe o percentual de 10,67% para todos os servidores do Estado, sem distinção.

Com ALMG

Andreza Miranda

Graduada em Jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2020. Participou de duas reportagens premiadas pela CDL/BH (2021 e 2022); de reportagem do projeto MonitorA, vencedor do Prêmio Cláudio Weber Abramo (2021); e de duas reportagens premiadas pelo Sebrae Minas (2021 e 2023).

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ