Audi A3, Honda CRV e até lancha: Leilão do Governo de Minas tem 18 veículos com lances em aberto

Veículo para leilão
Bens foram apreendidos em operações contra o tráfico de drogas (Sejusp/Divulgação)

Dezoito veículos, entre carros, motos e reboques, serão leiloados nesta quinta-feira (26) pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp). Os bens foram apreendidos em operações contra o tráfico de drogas e outros crimes relacionados.

Entre os veículos, estão uma lancha com semi-reboque, um Audi A3 e um Honda CRV. Este é o quarto leilão realizado pela secretaria em 2022, por meio da Subsecretaria de Prevenção à Criminalidade (Supec).

Como participar

O leilão é feito de forma online e os lances já estão abertos, por meio deste link. O site também conta com fotos detalhadas e informações sobre cada item leiloado. Quem quiser conhecer os veículos pessoalmente deve fazer um agendamento prévio, por meio dos telefones contidos no edital, que está disponível aqui.

Ainda vale reforçar que os itens considerados recuperáveis podem voltar à circulação e têm direito à documentação. Os arrematantes são isentos de multas, encargos e tributos anteriores à aquisição.

Já os bens alienados como sucatas irrecuperáveis só podem ser adquiridos por empresas de desmonte ou reciclagem, devidamente credenciadas em órgãos de trânsito.

Os leilões da Sejusp

A iniciativa, segundo a Sejusp, busca garantir a eficiência na gestão de bens perdidos em favor da União e trazer receita aos cofres públicos. Os leilões fazem parte do projeto federal “Esforço Concentrado para a Redução dos Bens Aguardando Destinação”, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, via Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), em parceria com o Governo de Minas.

O objetivo, ainda conforme a secretaria estadual, é garantir a alienação de bens destinados ao Fundo Nacional Antidrogas, que aplica os recursos na gestão do fundo.

Com Agência Minas

Edição: Roberth Costa
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários