Carnaval em Minas termina com 123 acidentes e cinco presos por embriaguez nas estradas, aponta PRF

PRF
Cerca de 24 mil pessoas participaram de algum procedimento de fiscalização da PRF (PRF/Divulgação)

As operações de trânsito deflagradas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) durante o Carnaval em Minas Gerais acabou com mais de 19 mil veículos fiscalizados. Ao todo, cerca de 24 mil pessoas participaram de algum procedimento de fiscalização em ações do órgão no estado.

De acordo com balanço da “Operação Carnaval 2022” divulgado nesta sexta-feira (4) pela PRF, os agentes realizaram 9.556 testes de alcoolemia, autuando 192 motoristas por embriaguez. Dentre eles, cinco acabaram presos.

Ainda conforme o levantamento, foram registrados 123 acidentes nas rodovias federais de Minas. Eles resultaram em 152 pessoas feridas e 10 óbitos. Além disso, mais de 600 motoristas foram autuados por efetuarem algum tipo de ultrapassagem proibida.

Durante as fiscalizações da PRF, 477 motoristas foram flagrados dirigindo sem o cinto de segurança, e os policiais ainda efetuaram 386 autuações por passageiros que não utilizavam o cinto durante a viagem.

Redução em relação a 2021

De acordo com o órgão, os números de flagrantes de alcoolemia e ultrapassagens indevidas chamaram a atenção durante o Carnaval.

Mesmo assim, em comparação com as ocorrências de 2021, a PRF registrou queda de 17% no número de acidentes, de 9% no número de feridos de 19% no número de óbitos.

“Conforme mostram os números, a PRF empregou grande esforço na fiscalização durante o feriado, bem como realizou diversas ações educativas e divulgações mostrando a importância da conscientização e do respeito no trânsito, sempre com o objetivo de reduzir o número de acidentes e garantir um trânsito seguro”, informa o órgão.

Durante os seis dias de Carnaval, as atividades de educação para o trânsito foram intensificadas, ainda segundo o órgão. Palestras, orientações e vídeos informativos chegaram a alcançar 5.500 pessoas neste período.

Edição: Vitor Fernandes
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários