Homem ‘de confiança’ de familiares e amigos é preso por abusos sexuais contra 6 crianças em Minas

viatura-polícia-civil
A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão contra o homem (Amanda Dias/BHAZ)

Um homem de 48 anos acabou preso temporariamente, nessa quarta-feira (21), por suspeita de ter abusado sexualmente de ao menos seis crianças. O mandado, cumprido pela Polícia Civil em Montes Claros, no Norte de Minas, se deu por conta das investigações de uma denúncia feita pelo pai de uma das vítimas. As crianças têm entre 5 e 11 anos, e a maioria delas são familiares do investigado.

As apurações começaram quando uma das vítimas, um menino de 9 anos, contou ao pai os abusos que sofria do homem, que é seu avô, há mais de um ano. O menino disse “não aguentar mais” a situação. Com isso, os familiares da criança se reuniram e tomaram conhecimento das outras vítimas do abuso e, então, denunciaram à polícia.

A Polícia Civil começou a investigar o caso e, durante declarações, o suspeito confessou os crimes, alegando que tinha problemas e não conseguia se controlar. Até o momento, a polícia reconheceu cinco meninas e um menino como vítimas. Entre elas, estão a filha, primas, enteada, o neto, a filha de um pastor da igreja que ele frequentava e uma amiga dessa menina.

Pais confiavam nele

Segundo a delegada Karine Maia, acredita-se que existam mais vítimas, porque o suspeito vivia rodeado de crianças na igreja, onde ele tocava instrumentos, e também em casa. “Ele não tem passagem policial e é uma pessoa que, até então, passava confiança para quem convivia com ele”, disse a delegada.

“Por isso, os pais confiavam a ele tarefas como levar as crianças a determinados locais, e deixavam elas frequentarem a casa dele”, acrescentou. É imprescindível que o homem seja responsabilizado por todos os crimes que cometeu, de acordo com Karine.

Ela também orientou a todas as vítimas que possivelmente sofreram abuso desse suspeito que procurem a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) de Montes Claros, para fazer uma denúncia. O endereço é rua Enor de Brito, 222, bairro Morada do Sol, e o telefone é (38) 3229-4430.

O suspeito está à disposição da Justiça, e será indiciado por estupro de vulnerável contra as seis crianças. O inquérito policial vai ser encaminhado ao Poder Judiciário nos próximos dias.

Com PCMG

Edição: Giovanna Fávero
Andreza Miranda
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários