Mulher é atropelada por coletivo em ponto de ônibus de Minas e motorista acaba preso em flagrante

mulher atropelada ônibus divinópolis
Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento do acidente (CBMMG/Divulgação)

Uma mulher precisou ser resgatada pelo Corpo de Bombeiros após ser atingida por um ônibus enquanto esperava em um ponto de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas. Câmeras de segurança flagraram o momento em que a vítima, que estava apoiada em uma placa, foi atingida pelo veículo, nesta terça-feira (23). O motorista, que seguiu viagem após o acidente, foi localizado pela PM e acabou preso em flagrante.

O acidente aconteceu por volta das 7h50 desta terça, na rua Pernambuco, entre as avenidas Sete de Setembro e 21 de Abril. De acordo com o Corpo de Bombeiros, após ser atingida pelo ônibus, a mulher de 35 anos sofreu um corte na cabeça, com sangramento intenso, além de escoriações na perna e dores no corpo.

No vídeo do momento, é possível ver a mulher apoiada na placa do ponto de ônibus, distraída enquanto mexe no celular. Em poucos segundos, ela é atingida pelo coletivo e vai ao chão, assustando outras pessoas que estavam no local Segundo a polícia, testemunhas chegaram a gritar alertando o motorista do acidente. Confira:

Ainda segundo os bombeiros, avaliações iniciais não detectaram nenhum outro ferimento mais grave na vítima. De acordo com a Polícia Militar, ela recebeu os primeiros-socorros de uma técnica de enfermagem que estava dentro do coletivo no momento do acidente.

Mais tarde, a mulher também foi examinada pelos bombeiros e encaminhada para receber atendimento médico em uma Unidade de Pronto Atendimento do município.

Motorista não esperou

O motorista do coletivo, da linha 23, não aguardou a chegada dos militares e seguiu viagem assim que terminou o desembarque dos passageiros no ponto. Conforme registro da Polícia Militar, ele chegou a ser alertado do atropelamento pelas pessoas que estavam no local, inclusive alguns dos passageiros que haviam acabado de descer do veículo, mas não parou.

O homem de 49 anos foi identificado pelo chefe de segurança da empresa responsável pela linha e encaminhado à Polícia Militar. À corporação, ele afirmou que, ao parar o ônibus para o desembarque dos passageiros, ouviu quando o retrovisor do veículo bateu na placa, e viu que havia uma mulher caída na calçada.

No entanto, o homem alega que não ouviu nenhum pedestre o alertar sobre ter atropelado a mulher e imaginou que ela teria passado mal. O motorista do ônibus disse ainda que não supôs que, mesmo ouvindo o barulho da batida na placa, não supôs que pudesse ter atropelado a mulher que estava apoiada ao lado. Ele não apresentava nenhum sinal de embriaguez e foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia da Polícia Civil para prestar mais esclarecimentos.

Ainda segundo a polícia, a mulher afirmou que pretende denunciar o motorista, mas ainda está sob observação na unidade de saúde e, por isso, não compareceu a uma delegacia. Nenhum dos passageiros ficou ferido.

O BHAZ entrou em contato com a Trancid, responsável pela linha, por meio de canais disponibilizados no site, mas sem sucesso. Caso a empresa se manifeste, esta matéria será atualizada.

Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Editora do BHAZ desde julho de 2021 e repórter desde 2019. Graduada em jornalismo pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2021, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sebrae de Jornalismo também em 2021.

Comentários