Mulher desaparece após carro ser arrastado durante enxurrada em Minas: ‘Estamos aterrorizados’

angélica
Angélica ligou para o namorado pedindo ajuda (Reprodução/Facebook)

O Corpo de Bombeiros procura por uma mulher de 35 anos desaparecida após uma enxurrada, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, na última sexta-feira (1º). Familiares de Angélica Lima pedem orações diante do momento vivido. Os trabalhos de buscas entraram no terceiro dia.

A cidade mineira registrou uma forte chuva na noite de sexta. Angélica estava a caminho da casa do namorado quando foi surpreendida pela enxurrada que levou o carro dela. O veículo foi encontrado completamente destruído, mas sem a mulher.

carro angélica
Veículo acabou sendo localizado, mas sem a mulher (Reprodução/Boca no Trombone – Uberaba/Facebook)

“Ela ligou desesperada pro meu irmão dizendo que a água estava entrando no carro. Foram quase dois minutos de ligação com ela pedindo socorro. Meu irmão saiu com um amigo para socorrê-la, mas infelizmente não conseguiram”, conta Fábio Alves, cunhado de Angélica, ao BHAZ.

Os militares estão empenhados na procura de Angélica e utilizam cães farejadores para localizá-la, além de drone. O percurso do Córrego dos Carneirinhos está sendo feito até o Rio Grande, ponto onde ele desagua.

O terceiro dia de trabalho foi retomado na manhã desta segunda (4). Familiares acompanham os bombeiros.

buscas angélica
Cães farejadores ajudam nos trabalhos (Reprodução/Boca no Trombone – Uberaba/Facebook)

‘Inconformados’

A família e os amigos de Angélica estão “inconformados” com o ocorrido.

“Estamos aterrorizados. Ela tinha comprado uma passagem para ir a Natal comemorar os 15 anos da filha, estava feliz pelo novo emprego conquistado. Era uma pessoa cheia de planos. É uma judiação tudo que aconteceu. Estamos inconformados e muito abalados”, diz Fábio.

Pelas redes sociais, o cunhado de Angélica pede orações para que este momento de angústia, conforme ele define, chegue ao fim. “Peço orações aos meus amigos e peço a Deus, com sua infinita bondade, que achemos a Angélica Lima. Espero do fundo do coração que ela esteja em um barranco esperando socorro”, publicou.

Edição: Vitor Fernandes
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários