Pesquisar
Close this search box.

Vereador de cidade mineira é preso após amarrar esposa em árvore e arrastá-la pelo chão

Por

esposa vereador
Mulher foi amarrada pelo pescoço (Reprodução/Bonekajaíba)

O vereador Adva Avelino da Silva, do município de Serranópolis de Minas, no Sul do estado, foi preso na tarde de ontem (28), após tentar matar sua esposa. O vereador de 44 anos amarrou a vítima em uma árvore, e ainda arrastou a mulher por um terreno baldio. A vítima teve ferimentos no pescoço.

Procurada pelo BHAZ, a Polícia Civil informou que o caso foi registrado no último dia 23, e que o inquérito policial já está em andamento. Ao G1, o delegado responsável pelo caso, André Brandão, disse que as agressões começaram por conta de ciúmes por parte do marido.

“Ele proibiu que ela acessasse a rede social Facebook e, tendo em vista que ela não obedeceu suas ‘ordens’, ele amarrou essa senhora em uma espécie de enforcamento, pendurando ela em um pedaço de pau, uma árvore. Posteriormente, ele arrastou ela pelo chão do terreno.”

O casal viveu junto por 21 anos e tem três filhos, sendo que um tem dois anos de idade e estava na casa dos pais no momento das agressões. A vítima conseguiu se desamarrar da corda e acionou seu advogado em seguida.

Vereador diz que tentou se defender

Ainda segundo o depoimento do delegado, o vereador afirmou que agrediu a mulher para se defender, e que ela tentou esfaqueá-lo. “Pelas suas declarações, ela falou que ele realmente tentou ceifar sua vida, então ele incorreu no delito de tentativa de feminicídio”, explicou.

O vereador foi encontrado ontem em uma comunidade de difícil acesso, dentro da casa de uma antiga namorada. Com ele, a polícia apreendeu cerca de R$ 10 mil, que a corporação acredita que seria usado para custear a fuga.

Em vídeo publicado no G1, a vítima aparece relatando ocorrido. “Ele pegou a corda e puxou eu aqui e passou a corda aqui [diz a mulher enquanto aponta para uma árvore]. Eu falei: me solta, moço, solta, não me mata não”, diz a mulher.

O BHAZ tentou contato com a Câmara Municipal de Serranópolis, mas não obteve retorno até o final desta edição.

Nota da Polícia Civil na íntegra

A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquérito policial para apurar a tentativa de homicídio registrada em 23 de setembro, na cidade de Serranópolis de Minas. A vítima, de 37 anos, manifestou interesse em representar por medidas protetivas de urgência, as quais foram encaminhadas ao Poder Judiciário.

A PCMG representou pela prisão preventiva do suspeito, de 44 anos, o que foi deferido pela justiça e o mandado de prisão foi cumprido ontem (28), em Porteirinha. O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional e segue à disposição da justiça.

Jordânia Andrade

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ