PT e PDT pedem investigação por abuso de poder de Bolsonaro

bolsonaro (4)
Deputados querem apurar suspeita de que o presidente tenha cometido irregularidades no 7 de Setembro (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por Luciana Lima

PT e o PDT entraram nesta quarta-feira (8/7) com pedidos de investigação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por suspeitas de irregularidades nos recursos empregados na organização das manifestações, que consideram antidemocráticas, no dia 7 de Setembro.

A representação do PT foi enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo deputado Rui Falcão (SP) e pelo advogado Marco Aurélio de Carvalho. Eles pedem que a Corte Eleitoral apure o uso de recursos ilícitos (públicos, privados ou estrangeiros) para os atos. O parlamentar pede que a Justiça Eleitoral avalie se houve, nesse caso, abuso de poder por parte do presidente, “e toda sorte de ilícito que possa impactar as eleições de 2022”, destacou.

Segundo o documento, elaborado pelo advogado Hélio Silveira, a militância “foi estimulada pelo uso de recursos financeiros de fontes diversas, deixando claro com isso que transita pelas mãos dos altos chefes do bolsonarismo quantias elevadas de recursos financeiros (muitas vezes em dinheiro vivo), que estão à margem de qualquer controle ou contabilização oficial e que são, inclusive, utilizados para remunerar apoiadores e eleitores”.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Metrópoles
Metrópoles

O Metrópoles é um veículo de comunicação ágil, com linguagem acessível e totalmente focada no digital. Informar, escutar, interagir, debater, denunciar, diversificar, entreter e prestar serviço à sociedade do Distrito Federal e do país são especialidades do portal.

Comentários