Pesquisar
Close this search box.

PT vai entrar com pedido contra nomeação de novo ministro multicitado na Lava Jato

Por

Michel Temer nomeou Moreira Franco [à esquerda] como Ministro; o petista Wadih Damous [direita] entrou com pedido contra a nomeação (Reprodução/EBC)

O deputado Wadih Damous (PT-RJ) prepara representação a ser apresentada à Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a nomeação de Moreira Franco (PMDB-RJ) como ministro da Secretaria-Geral da Presidência. Franco foi empossado por Temer na manhã desta sexta-feira (3), sendo promovido da Secretaria-Executiva do Programa de Parcerias de Investimentos ao status de ministro. Como ministro, o peemedebista, que foi citado 34 vezes em delação da Operação Lava Jato, garante a prerrogativa de foro privilegiado.

“É muito grave porque foi criado um ministério para o Moreira Franco que é multicitado na Lava Jato com o objetivo claro de conferir a ele foro privilegiado”, disse Damous em entrevista. A ideia do petista é protocolar a representação na próxima semana.

Moreira negou que o status de ministro tenha sido dado a ele para que tivesse a prerrogativa de foro privilegiado. Alegou que a secretaria-geral foi erguida ao status de ministério para “robustecer a Presidência”.

Questionado se as circunstâncias envolvendo sua nomeação eram parecidas com as da episódio da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil no governo Dilma, Moreira Franco disse que a situação dele é diferente, por já fazer parte da equipe do presidente Michel Temer, e negou ter pedido para ser nomeado.

Com Agência Brasil

Redação BHAZ

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ