VÍDEO: Carro de Lula é cercado por apoiadores de Bolsonaro e ex-presidente é hostilizado em SP

carro lula
Seguranças tentaram dispersar o grupo de manifestantes (Reprodução/Twitter)

O carro em que estava o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi cercado por apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) na tarde dessa quinta-feira (5), em Campinas, no interior de São Paulo. Manifestantes que estavam no local proferiram xingamentos contra o petista, que foi acompanhado por seguranças. Um deles portava uma submetralhadora.

Em vídeo que exibe o carro de Lula passando (assista abaixo), é possível ver os opositores destilando comentários ofensivos. Seguranças do ex-presidente caminham um pouco atrás, na tentativa de dispersar o grupo. Mesmo assim, alguns manifestantes seguem gritando xingamentos.

Em um dos carros estacionados, há um pano branco em que se lê “Lula Lixo” em letras garrafais. Um dos seguranças passa pelo veículo e recolhe o objeto, o que causa a ira dos manifestantes. Eles começam a correr atrás do carro do petista, gritando ainda mais alto.

Uso de arma repercute

O registro causou controvérsia nas redes sociais. Um dos pontos mais observados – e criticados – é o momento em que o segurança aparecer armado com uma submetralhadora. Segundo defensores do governo Bolsonaro, o ex-presidente seria hipócrita por criticar o porte legal de armas e, ao mesmo tempo, permitir que seu guarda-costas transite com uma.

“Dizem que é a segurança para ex-presidiá…, digo, ex-presidentes. Mas aquelas pessoas portando metralhadoras a vista de todos, não me parecem ser da PF [Polícia Federal]. Tem postura muito ‘cabulosa’, se é que me entendem”, disse uma pessoa, tecendo críticas ao uso do instrumento.

“Olha só mais alguém reparou que os seguranças dele não carregavam LIVROS?????”, ironizou uma mulher, respondendo provocações. “Se os seguranças carregassem livros, não seriam seguranças, seriam professores, alunos, leitores ou seguranças fora de serviço carregando livro mas, como são seguranças, carregam armas, como a penca de seguranças do Bolsonaro”, completou outra apoiadora de Lula.

Lula ou Bolsonaro?

Com a aproximação das eleições presidenciais, a disputa entre os principais pré-candidatos ganha mais atenção. Uma pesquisa do Ipespe, divulgada ontem (6), mostrou que o ex-presidente Lula segue como favorito dos brasileiros, com 44% das intenções de voto para a Presidência da República. Logo depois, aparece o atual presidente Jair Bolsonaro, com 31%, seguido por Ciro Gomes (PDT) com 8%.

A pesquisa é a primeira de maio sobre o cenário eleitoral brasileiro, mostrando Lula com um ponto a menos que na rodada anterior e Bolsonaro no mesmo patamar de duas semanas atrás. Além de Ciro, aparecem na lista João Doria (PSDB) com 3% das intenções e André Janones (Avante) com 2%. Simone Tebet (MDB) e Luiz Felipe d’Ávila (Novo) marcaram 1%.

Em levantamento espontâneo – isto é, quando o entrevistador questiona a intenção de voto sem citar nomes – Lula se manteve na liderança com 38%. Enquanto isso, Bolsonaro conquistou um ponto desde a última pesquisa e foi citado por 29% das pessoas.

Ainda no final do mês passado, o ex-presidente liderava a disputa presidencial com 41%, contra 32% de Bolsonaro. A pesquisa BTG/FSB divulgada no último dia 25 mostra ainda que Ciro Gomes (PDT) tinha 9% das intenções de voto, um ponto a mais da porcentagem que consta no levantamento de ontem.

Edição: Vitor Fernandes
Nicole Vasquesnicole.vasques@bhaz.com.br

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

Comentários